Entrevista com Isabel Lemgruber – Atendimento psicológico e coaching online

1
118
Isabel Lembruber. Psicóloga e coaching brasileira. (Foto arquivo pessoal)

Em conversa com a Wave, Isabel Lemgruber, psicanalista e coach brasileira, nos fala sobre os serviços de ajuda psicológica online, tão procurados neste momento de incertezas e fragilidades. Com a experiência de quem trabalha há mais de 30 anos com desenvolvimento humano, Isabel nos deixa uma mensagem clara de que a terapia online chegou para ficar, sendo acessível, também, aos brasileiros que moram no Canadá.

Wave – Porque as pessoas estão procurando ajuda psicológica e/ou de coaching, diante dos novos desafios atuais?

A pandemia do coronavírus nos trouxe muitas incertezas e todos nós estamos experimentando diferentes emoções. Sentimo-nos mais frágeis e vulneráveis: na saúde, no trabalho, nas relações familiares e em tantas outras áreas. As bruscas mudanças e as perspectivas pouco claras para os próximos meses aumentaram as nossas ansiedades e desorganizaram as nossas rotinas. Temos, também, mais medos: de adoecermos, de não conseguirmos pagar as contas, de sofrermos perdas de parentes e amigos, de vivermos uma crise no casamento, de perdermos o interesse pelos estudos e, muito frequentemente, de não sabermos, sequer, como enfrentar o dia seguinte. O meu trabalho via psicanálise ou via coaching é o de superar essa sensação de incertezas e fragilidades, e de criação de novas rotinas que funcionem nesse novo cenário.

Wave – Como as pessoas estão vivendo os desafios da quarentena? Quais caminhos e soluções você nos aponta? 

O que estamos vivendo agora é uma condição difícil para todos. Felizmente, os serviços de ajuda psicológica e de coaching abrem eficientes caminhos de apoio àqueles que precisam. Pelos atendimentos, vejo que há muitas pessoas com dificuldades de manterem os afazeres diários, que se distraem com facilidade e que não concluem suas tarefas. O nosso apoio as ajuda a criarem novas rotinas diárias para viverem esse momento e para manterem as emoções sob controle. Por exemplo, saber a hora de ativar o celular para assistir a uma live ou ler as notícias é tão importante quanto a atitude de desligar o aparelho para a garantia da brincadeira com os filhos, da ginástica diária, da arrumação do quarto e do banho do cachorro, por exemplo. Nesse momento, cada detalhe superado no dia a dia, se torna fonte de fortalecimento emocional. Traz bem estar.

Wave – Psicanálise ou coach? Quais as diferenças e o que você recomenda?

Indico a psicanálise para quem está com dores emocionais que impactem diretamente nas relações consigo ou com outros, no dia a dia. Já no coaching, o trabalho se relaciona com alcance de objetivos – excelente para organizar rotinas e gerenciar emoções. É um processo curto, em torno de 10 sessões. Atualmente, as demandas mais habituais no coaching são para gerenciar ansiedade e alcançar metas de manutenção da rotina de atividades físicas ou de uma alimentação equilibrada e/ou organizar projetos pessoais e profissionais.

Wave – Quem procura por este tipo de serviço?

Pessoas de diferentes lugares, idades e gêneros têm buscado pelos meus serviços de apoio psicológico e de coaching. Para muitos, a obrigação de ficar mais tempo dentro de casa gera ansiedade: o que fazer? Como fazer? O que deve vir primeiro? Há pessoas que, sozinhas, não conseguem lidar com isto. Para outros, a obrigação da convivência longa e próxima, dentro de casa, é bastante desafiadora. As consequências disso comprometem a capacidade de realizarem os seus projetos, pessoais ou profissionais.

Wave – Na sua experiência, o atendimento online tem vantagens sobre o atendimento presencial? Como funciona? 

O atendimento online é uma excelente opção. Imagina se estivéssemos isolados agora, mas sem contar com a tecnologia para podermos nos ver, nos falar, resolvermos assuntos profissionais, mantermos nosso trabalho, obtermos ajuda e tudo mais. Algumas pessoas preferiam o atendimento presencial. Mas logo se acostumam com a modalidade online, e gostam. A tecnologia das plataformas, para as reuniões virtuais, são muito simples de se utilizar, mesmo para quem não tem intimidade com computador ou com o mundo digital. É tudo bem fácil. E por causa desses avanços, consigo ter acesso e atender pessoas não só no Brasil, mas também no Canadá, e no mundo todo, na língua materna delas. Posso alcançar e auxiliar muito mais pessoas.

Wave – Para brasileiros e portugueses que vivem no Canadá, faz diferença na qualidade do atendimento, eles receberam um atendimento em português,  idioma nativo?

Sim, faz diferença. As emoções crescem em fluidez e espontaneidade quando a conversa se desenvolve no idioma nativo. Isto porque há um lugar dentro de você que já entendia o português, antes mesmo de você falar. O idioma da infância conversa direto com o coração e gera uma sensação de bem estar, familiaridade e confiança nas sessões.
Wave – Que recado você poderia oferecer ao nosso leitor, nesse cenário desafiador atual?
Procure ajuda. Você não está sozinho.


Isabel Lemgruber é psicanalista e coach brasileira. Contatos pelo Direct do Instagram: http://instagram.com/isabel_lemgruber_mentalcoach

1 COMENTÁRIO

  1. Adorei a entrevista com Isabel Lemgruber. Muito clara, objetiva e concisa em suas explicações.
    Parabéns para a revista Wave e muito sucesso para essa profissional que tem ajudado a tantas pessoas nessa fase tão difícil que todos nós estamos atravessando!!!

Comments are closed.