Thainá Lopez – Deixa Eu te Falar De Amor

0
142

Através da introdução de seu primo, Denis Denarde, que segura o coração de papel Vermelho no videoclipe, eu tive o grande prazer, honra e bênção de falar com a talentosa cantora, compositora e jornalista brasileira, Thainá Lopez.

A letra desta música é hipnotizante e adere à mente do ouvinte como um tinir comercial da Coca-Cola, quanto mais você a ouve, mais que desejamos uma bebida gelada. Quanto mais você ouve a letra da música de Thainá, intitulada “Deixa Eu Te Falar De Amor”, ansiamos por amor e percebemos a importância disso em nossas vidas e sobrevivencia.

Falei com Thainá, e sua natureza gentil, amorosa, humildade e espírito genuíno e alegria da viver são muito curativos e me lembraram o legado deixado por São Francisco de Assis.

Perguntei a Thainá, o que a inspirou e a motivou a escrever essa música, e ela respondeu: “A música surgiu da visão realista que encontrei durante as apresentações noturnas. Eu assisti, enquanto cantava, e observei que, embora o bar estivesse cheio e as pessoas sentadas na mesma mesa, conversando entre si, elas permaneceram desconectadas. Os sinais de que eles não estavam praticando a atenção plena eram evidentes quando seus olhos estavam fixos em seus telefones celulares, e eles correram para comer suas refeições, em comparação com a qualidade do tempo gasto com a família ou amigos. Minha percepção era que, para conectar, precisamos desconectar. Percebi que, em minha própria vida, o ritmo havia se acelerado, afetando o prazer de experimentar uma qualidade de vida mais simplista. No dia seguinte depois desse show, cheguei em casa e vi minha esposa ainda acordada. Inesperadamente, como faço com minhas composições, comecei a cantar o refrão “Deixa Eu te Falar De Amor”.

Eu me senti compelido a falar sobre amor, em meio a observar um mundo conflituoso e inquieto. A música estava pronta em cinco minutos. Fomos atingidos pela pandemia, alguns meses logo após a composição. Um projeto já estava nos planos de uma música diferente, no entanto, quando tirei “Deixa Eu Te Falar de Amor” dos meus arquivos de música, percebi que a letra profetizava as emoções que experimentamos no tempo presente. Apesar de todas as nossas perdas, o amor está intacto. A quarentena me forçou a diminuir o ritmo e me recompensou com tempo extra para criar músicas incríveis. Como eu disse anteriormente, “Deixa Eu Te Falar de Amor” foi composto antes da quarentena, como uma premonição do que viveríamos. Agora, em julho, também lancei uma nova música e um videoclipe autoral intitulado “ô ANA” que grudará na mente do ouvinte, semelhança como “Deixa Eu Te Falar de Amor”. Como artista independente, dependo de meus próprios recursos para lançar mais inovações e produzir boas músicas para abraçar, saturar nossos espíritos e curar o mundo.

O amor é universal e deve ser abraçado e celebrado de todas as formas! O videoclipe ilustra que a simbologia, os gestos e as conexões criadas pelo amor são as mesmas em qualquer lugar do mundo. Em parceria com a Sonorus Productions, minha produtora criou uma maneira de aproximar pessoas de diferentes partes do mundo (muitas do Espírito Santo no Brasil) para falar sobre amor platônico, romântico, familiar e incondicional.

A participação de pessoas da França, Espanha, Inglaterra, Colômbia, Brasil, Canadá e outras partes do mundo é um exemplo da universalização dessa emoção.

É da natureza humana ter afinidade e vínculo com pessoas que nos amam e nos apoiam de maneira genuína e incondicional. O amor é a essência de tudo. Hoje, mais do que nunca, é necessário falar sobre amor. Esses meses de confinamento proporcionaram às pessoas a oportunidade de se tornar auto-tolerantes, iniciar novos relacionamentos, encerrar relacionamentos prejudiciais, render-se, reconstruir a confiança, a fé e a esperança em nosso Criador. Em um mundo altamente tecnológico, como seres humanos, temos funcionado roboticamente; entorpecendo nossos sentimentos e emoções. Este é o momento perfeito para viajar internamente e redescobrir como os relacionamentos foram formados e como mantê-los e sustentá-los. O amor nunca morre, pode ficar estagnado, adormecido, mas pode ser reavivado, revivido e eterno.

A intenção por trás da música, “Deixa Eu Te Falar de Amor”, era chegar ao público internacional para falar sobre o amor.

No início da pandemia, experimentei uma sensação de tristeza, medo e dúvida. Fiquei deprimida por alguns dias.

Como membro da Comunidade LTBGQ, uso expressão musical e planejo projetos para incentivar a liberdade para as pessoas expressarem seu eu autêntico e se conectarem à sua identidade. O mundo precisa de mais amor, sensibilidade, aceitação, consciência, respeito, compreensão e iluminação. Minha mensagem sempre foi sobre amor e Liberdade.”

Convido você a se inscrever no meu canal do YouTube / thainalopez. Sua assinatura me ajudará a atingir o marco de 1.000 assinantes para promover novos modelos de trabalho. Siga @thainalopezoficial no Instagram para ficar atualizado sobre as minhas notícias semanais e horários diários, que inclui shows ao vivo.”

Denis Denarde

Depoimento de seu primo Denis Denarde:

“Eu considero o Canadá um país multinacional e com isso temos presente uma mistura cultural muito valiosa. A presença da musica brasileira e de outras nacionalidades compõe esse cenário miscigenico trazendo não só aconchego para os estrangeiros que aqui vivem, mas também acrescentando muito na cultura local.

Tenho o privilégio de fazer parte da vida desta jovem e talentosa cantora, minha prima Thainá Lopez, e fico muito feliz de saber que o mundo está conhecendo seu trabalho. Thainá é a mistura de humildade, talento, trabalho e perseverança e merece mostrar a todos sua paixão pela música.” Denis Denarde