Adriano Galeno

0
12

O criativo pintor de iPad.

 Por Natália Zucolotto

O brasileiro e residente no Canadá, Adriano Galeno, tem feito do seu tablet um quadro de pinturas. Seu trabalho vem ganhando espaço e chamando atenção de muitos.

Arte by Adriano Galeno

Uma coisa é certa: a arte na era da Internet é democrática. Basta ter iniciativa e criatividade para expressar-se no seu próprio jeito, que poderá encantar pessoas do mundo inteiro. Desde que a Internet transformou o cidadão comum em criador de conteúdo, novos artistas surgem a todo instante. Um deles é o brasileiro Adriano Galeno, que há pouco mais de dois anos tem feito de um dos produtos mais populares da Apple, o iPad, o seu ateliê de pintura.

Aos 43 anos, há 12 morando em Toronto, Galeno é casado e pai de duas filhas. Formado em Ciências da Computação, o brasileiro é apaixonado pelo mundo virtual e trabalha desenvolvendo aplicativos para web e mobile. Mas a arte tem lugar reservado em sua vida.

Com mãe e irmão pintores, e um bisavô poeta, Galeno sempre foi ligado ao meio artístico, especialmente a pintura. Entretanto, ele nunca tinha se arriscado a pintar antes da compra de um iPad, que foi o pontapé para que ele começasse a se expressar. “Fui descobrindo alguns aplicativos que me disponibilizavam facilmente todos os tipos de materiais para uma pintura. Estava tudo virtualmente em minhas mãos, só bastava começar”, conta.

E desde então ele começou e não parou mais! Quase todos os dias Adriano produz uma nova obra, que segundo ele se baseiam nas relações familiares e no cotidiano. O brasileiro ainda conta que a portabilidade do iPad é fundamental, pois a maioria de suas pinturas foi produzida no metrô, a caminho do trabalho.

A exposição das obras também é virtual e pode ser conferida em seu site pessoal. “Tenho recebido muitos elogios e fico feliz por isso. Cada vez mais pessoas comentam sobre meu trabalho. Tenho alguns projetos e um deles é expor minhas obras em uma galeria no futuro”.

Arte de Adriano Galeno.

Adriano ressalta que um dos seus maiores objetivos com seu trabalho é incentivar outras pessoas. “Acho que qualquer um pode se expressar através da arte, seja ela qual for. Se não for através do iPad, que seja por outros meios. A melhor plataforma é a que você tem disponível!”

Quando surgiu a inspiração de pintar no iPad?
Galeno: A pintura no iPad é recente, mas já existem muitas produções na rede. Uma das primeiras referências foi do artista português Jorge Colombo, que em 2009 estampou a capa da revista The New Yorker com uma pintura feita no tablet.

 Quais são as principais ferramentas utilizadas para a pintura no iPad?
Galeno: Basicamente cada aplicativo tem uma função certa na pintura. Tenho usado bastante os softwares Brushes, SketchBook Pro e ArtRage. Eles me ajudam na definição da textura, na mistura das cores, entre outras opções.

Essas ferramentas são fáceis de serem adquiridas e utilizadas?
Galeno: São fáceis de serem usadas e com o tempo você vai descobrindo novas formas de uso. Além disso, são super acessíveis na internet, basta fazer o download delas. Muitos softwares são gratuitos e outros não ultrapassam o valor de 10 dólares. Durante esses dois anos de pintura gastei apenas 50 dólares em aplicativos. Vale a pena!

Todas as obras do artista podem ser conferidas no site adrianogaleno.com.