Brasileiros nas Olimpíadas de Londres

Vôlei, Natação, Atletismo, Vela, Judô e Futebol estão entre as modalidades com grandes chances de ouro no jogos de 2012.

Por Danielle Marinho

O Brasil já conta com uma delegação de 165 atletas para as Olimpíadas de Londres, que começam a partir do dia 27 de Julho e vão até 12 de Agosto de 2012. Os atletas já classificados estão divididos em mais de 20 modalidades: atletismo, basquete, vôlei, judô, boxe, canoagem, ciclismo, esgrima, futebol, ginástica artística, handebol, hipismo, natação, maratona aquática, pentatlo moderno, saltos ornamentais, taekwondo, tênis de mesa, tiro esportivo, triatlo e vela. Os jogos Paralímpicos acontecerão logo após entre os dias 29 de Agosto até 9 de Setembro, e já contam com 20 modalidades esportivas na sua programação.

Os Jogos de Londres terão, no total, 26 esportes subdivididos em 39 diferentes modalidades. O Brasil, que ficou em 23º lugar no quadro de medalhas nas Olimpíadas anteriores de Pequim, em 2008, obteve um total de 15 conquistas; entre elas três ouros, quatro pratas e oito bronzes. Na edição anterior, a equipe feminina de vôlei de quadra conquistou pela primeira vez o título Olímpico e nos deu a maior alegria. Além disso, Maurren Maggi, ganhou o ouro inédito no salto em distância, e nas piscinas, Cesar Cielo conquistou o ouro nos 50m e bronze nos 100m.

Vale lembrar também as grandes conquistas brasileiras em Pequim:

  • Vôlei de quadra masculino (Prata);
  • Vôlei de praia com a dupla Fabio Luiz e Marcio (Prata) e Ricardo e Emanuel (Bronze);
  • Futebol feminino (Prata) e masculino (Bronze);
  • Vela com Bruno Prada e Robert Scheidt na Classe Star (Prata), as meninas pela Classe 470, Fernanda Oliveira e Isabel Swan (Bronze);
  • Judô com Ketleyn Quadros, que conquistou a primeira medalha individual de uma brasileira na história (Bronze), assim como no masculino Leandro Guilheiro e Tiago Camilo (Bronze);
  • Taekwondo com Natália Falavigna, acima de 67 kg (Bronze).

Neste ano uma das maiores novidades é a equipe de basquete masculino, que já não classificava há mais de quatro edições Olímpicas, desde Atlanta, totalizando 16 anos sem participar desta competição, reconquistando sua vaga após o 2º lugar no Pré-Olímpico das Américas, na Argentina. Já a seleção feminina de basquete classificou-se para Londres ao confirmar seu favoritismo e vencer o Pré-Olímpico das Américas, na Colômbia.

No vôlei, o técnico da seleção feminina, José Roberto Guimarães, aposta no bicampeonato dos Jogos de 2012, dando prosseguimento a atuação de ouro da equipe na competição anterior, apesar de importantes desfalques e indefinição de algumas jogadoras para este ano. A equipe masculina que ficou em 3º lugar na Copa do Mundo, com o técnico Bernardinho, veio ao Canada pela Liga Mundial em Maio, em Toronto, antes de embarcar para Londres.

O vôlei de praia conta com novas duplas nesta temporada, porém com atletas experientes: Alisson que joga com o campeão Olímpico Emanuel tiveram um grande ano em 2011, e Juliana e Larissa, colocadas no topo do ranking nacional e mundial, são fortes candidatas para representar o Brasil nas areias. Maria Elisa e Talita, Ricardo e Pedro Cunha, dupla formada no segundo semestre do último ano, são os favoritos, Pedro Solberg e Marcio também têm chances de ir a Londres após a disputa pela segunda vaga.

Além de Cesar Cielo, na natação, Maurren Maggi (salto em distância) e Fernanda Murer (salto com vara), também estão entre os destaques para a busca do ouro nestas Olimpíadas os revezamentos 4 x 100 metros (masculino e feminino) no atletismo, e as equipes de futebol masculino e feminino. Na Vela, Robert Scheidt e Bruno Prada reafirmaram sua presença e no feminino Fernanda Oliveira e Ana Barbachan, Martine Grael e Isabel Swan disputam a única vaga Olímpica.

Outra grande esperança é o judô. Pela primeira vez, as mulheres surgem com melhores chances; Mayra Aguiar, Rafaela Silva e Sarah Menezes são favoritas. Entre os homens, Tiago Camilo e Leandro Guilheiro são candidatos ao ouro. No taekwondo há apostas em Natália Falavigna e Diogo Silva. O boxe tem chance de voltar a ganhar após 44 anos de jejum, com Everton Lopes, campeão mundial na categoria, porém ainda terão seus representantes definidos em seletivas.

As Olimpíadas de Londres é um evento de extrema importância para o Brasil, que será o próximo anfitrião em 2016. O maior evento esportivo do planeta terá lugar na América do Sul pela primeira vez na história e a cidade do Rio de Janeiro terá o orgulho de sediar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos daqui a quatro anos.

Em terras britânicas, o Brasil e seus representantes terão a oportunidade de se preparar conhecendo melhor as estruturas, erros e acertos na competição, e se os investimentos feitos para desenvolver o esporte nacional estão dando resultado, para futuramente conquistar excelentes campanhas, principalmente dentro de casa.

Informações e calendário das competições: london2012.com

 

Advertisement