Documentário premiado em festival alemão sobre transexuais no Rio estreia no Hot Docs

180

A artista transexual brasileira, Luana Muniz, morta em 2017, é tema de documentário que propõe uma visão poética sobre transexuais do Rio de Janeiro. Obscuro Barroco, este da diretora grega Evangelia Kranioti, numa co-produção com a França, recebeu o Prêmio do Júri do Teddy, dedicados a filmes com especial sensibilidade para a comunidade LGBT do Festival de Berlim, na Alemanha.

Obscuro Barroco, em estreia na América do Norte, é um dos grandes documentários apresentados pelo Hot Docs Canadian International Documentary Festival, festival que começa neste dia 26 de abril e vai até 6 de maio, em Toronto.

O filme, com 60 minutos de duração e legendas em inglês, será exibido dentro do programa Nightvision, em conjunto com Pirate Boys (13min) e Work (11min). A censura é 14A.

  • Quarta-feira, 2 de maio, 9pm, no Hart House Theatre;
  • Quinta-feira, 3 de maio, 12pm, no Scotiabank Theatre 13;
  • Domingo, 6 de maio, 1:15pm, no Scotiabank Theatre 13.

Mais informações e ingressos no https://goo.gl/6oYmtf