Turismo na Serra Gaúcha

0
7

Viajar pela Serra Gaúcha é compartilhar os hábitos da gente da terra, do vinho ao chocolate e do fondue ao chimarrão…

Por Viviane Rosa

Se você é daqueles que viaja para viver uma experiência única da cultura local de um determinado lugar, já tem garantido um programa inspirador na Serra Gaúcha, que fica localizada a aproximadamente 1000 km de São Paulo e a pouco mais de 100 km da capital do Rio Grande do Sul – Porto Alegre.

O roteiro é muito procurado por viajantes brasileiros, principalmente nos meses em que o sol fica distante do Hemisfério Sul e os gélidos ventos sopram para a região. O único inverno digno do nome, em um país onde quase sempre é verão. É nesse clima frio, nos meses de julho e agosto, que visitar a Serra Gaúcha se torna uma ótima oportunidade para encontrar características de três países em uma única viagem: Itália, Alemanha e Brasil.

Quem vai até lá à procura de paisagens europeias e belezas naturais não vai se decepcionar. Com um indiscutível charme invernal, cada região é uma surpresa. Gramado, Nova Petrópolis e Canela são alguns dos locais que compõem a região alemã da Serra. Bento Gonçalves, Garibaldi, Carlos Barbosa e Caxias do Sul fazem parte da colonização italiana, mais conhecida como o Vale dos Vinhedos ou Rota do Vinho.

Museu de Ambiência: Roteiro La Città – Setur Caxias do Sul.

Gramado e Canela são as cidades mais populares, que recebem visitantes em todas as épocas do ano. Visitar as Colônias alemãs, a Cascata do Caracol, o Mini Mundo, comer fondue e provar um churrasco no espeto ou fartar-se com um café colonial são algumas das opções que você encontra por lá.

Já no Vale dos Vinhedos, o passado está preservado nas colônias italianas. É possível ver muita riqueza arquitetônica colonial e as cantinas que produzem os vinhos estão espalhadas por 21 municípios. A paisagem serrana nesta região é como aquela das encostas do Trento ou das colônias da Toscana na Itália, com parreirais por todos os lados. As casas de pedra e as igrejas na beira das estradas revelam o mesmo grau de religiosidade. E o vinho local é consumido com prazer, como se fosse genuinamente italiano.

Percorrer o roteiro dos Caminhos de Pedra da Colônia de São Pedro em Bento Gonçalves, participar de uma roda de chimarrão em Caxias do Sul, almoçar e beber numa caverna de vinhos ou fazer um passeio de 23 km a bordo de uma Maria Fumaça, são algumas das atrações da parte italiana da Serra Gaúcha.

O inverno é a época certa para quem gosta de movimento, principalmente Gramado, que é a sede do famoso Festival de Cinema Brasileiro que acontece em agosto. Entretanto, para quem prefere paz, o ideal é fugir das férias e do mês de maio, quando há grande concentração de recém-casados. Os que sonham em ver hortênsias floridas recomenda-se fazer a visita entre novembro e março. Lá, você aprenderá o “gauchês”, e bah, terá momentos tri-legais, tchê!

Links

Para mais informações sobre a Serra Gaúcha, visite a sua página oficial, que também possui uma versão em inglês.

Serra Gaúcha – English Serra Gaúcha – Português