Homenagem a Mark Wu. Brasileiro-chinês-canadense, membro do comitê Hamilton 100 – junto aos jogos da Commonwealth 2030

0
160
Hamilton 100 Committee– Da esquerda para a direita: PJ Mercanti, Presidente e director executivo, Mark Wu Vice-Presidente do Digital Marketing, Greg Machak, Gerente de ofertas, Jasper Kujavsky, Vice Presidente; faltando nesta foto é Cecilia Carter Smith, Vice- Presidente.

A história de Mark Wi é inspiradora e motivadora. Brasileiro de ascendência chinesa de terceira geração, ele cresceu em um bairro muito pobre de São Paulo. Ele emigrou para o Canadá com sua família no início dos anos 80 e se estabeleceu em Hamilton, Ontário. Seus pais eram comerciantes. Ele sofreu discriminação racial e bullying quando criança e, como resultado, matriculou-se no Taekwondo-Do para se proteger e acabou ganhando uma faixa preta que o levou a conquistar campeonatos para a Seleção Brasileira. Mark também é um entusiasta de skateboard, e ainda pratica o esporte em parques de skate.

Como um produto da obra-prima do caldeirão étnico brasileiro, Mark se descreve como tendo uma mente chinesa, alma brasileira e coração canadense.

A população asiática brasileira no Brasil hoje é estimada em mais de 2 milhões. Tudo começou em 1814, quando plantadores de chá chineses foram enviados de Portugal para o Jardim Botânico Real do Rio de Janeiro. Posteriormente, em 1870, trabalhadores chineses de Canton, Califórnia, e de diferentes países da américa latina foram contratados pelo governo brasileiro. Em seguida, o Brasil continuou um contrato comercial com a China até 1881.

Mark se descreve como um fanático por esportes, um atleta que joga e treina futebol, vôlei e basquete. Ele é um voluntário comunitário de longa data e muito envolvido em esportes como treinador, administrador e diretor. Com um perfil empreendedor, iniciou a ideia de complexo poliesportivo. Ele também teve o privilégio de trabalhar em jogos internacionais de esportes como os Jogos da Commonwealth e Pan Am localmente e trabalhou nas Olimpíadas do Rio em 2016. Mark é treinador de vôlei da equipe regional de Ontário e do International Children’s Game (Jogo Internacional da Criança). Eles estarão competindo na Hungria em 2020.

Mark também foi fundamental na criação da parceria entre a YMCA Hamilton e a YMCA Sorocaba, no estado de São Paulo.

Com todas essas realizações no esporte e no envolvimento da comunidade, não é de surpreender que Mark Wu seja membro do Hamilton 100 Committee, um comitê que espera usar a conexão da cidade com o aniversário de 100 anos dos jogos como uma potencial alavanca para concorrer para hospedar o Commonwealth Games 2030.

Hamilton hospedou a primeira versão dos jogos em 1930, que foi chamada de British Empire Games e realizada no Hamilton Civic Stadium, no que hoje é Tim Hortons Field.

Mark Wu, Greg Machak, Fred Eisenberger (prefeito de Hamilton) e Jasper Kujavsky.

A construção do plano exige uma revisão maciça do Bayfront Park, que transformaria esse espaço em uma ilha para eventos de triatlo. A idéia também começaria a necessária remediação ambiental de uma área afetada pela poluição de algas verde-azuladas. Eles também pretendem aproveitar esta oportunidade para criar projetos ambientais, de moradias populares, outros projetos de impacto social e apoiar uma comunidade sustentável “limpa e verde” sob a égide da proposta de financiamento da Commonwealth.

Mark é o diretor de negócios e marketing da 2Gen.Net; uma empresa de mídia digital de serviço completo com experiência internacional no desenvolvimento e design de aplicativos e estratégias sofisticados para dispositivos móveis e sites.

Suas prioridades na vida são a família em primeiro lugar, seus negócios, funcionários, clientes, amigos e comunidade.

Seu plano de aposentadoria é continuar ajudando a comunidade e as pessoas, principalmente as crianças que enfrentam desvantagens sociais, tanto no Canadá quanto no Brasil.

Obrigado, Mark, por contribuir com todos os aspectos da sociedade canadense, da literatura ao esporte, da política aos direitos civis, do cinema à música, dos negócios à filantropia e da educação à religião.