Atrações turísticas das províncias marítimas do Canadá

0
173

Por estarem situadas nas margens do golfo do rio São Lourenço, o maior estuário do mundo, as províncias de Prince Edward Island, New Brunswick e Nova Escócia possuem florestas, praias e também uma vasta história. O charme de Prince Edward, as rochas do Parque Nacional Fundy de New Brunswick e os fósseis de Nova Escócia são algumas das muitas atrações das províncias do Atlântico.

Prince Edward Island – O berço da Confederação e Anne of Green Gables

A ilha é a província com a menor população e área do Canadá, o que a torna uma atração muito interessante, já que é a única em que você pode atravessar em pouco tempo.

Em setembro de 1864, a PEI sediou a Conferência de Charlottetown, que foi a primeira reunião no processo que levou às Resoluções de Quebec e à criação do Canadá em 1867, apesar disso, se recusou a se juntar ao novo país, permanecendo uma colônia do Reino Unido até 1873, quando finalmente juntou-se a nós.

O prédio onde aconteceu a Conferência está fechado para conservação, mas os interessados em aprender a respeito, podem visitar o Confederation Centre of the Arts, onde existe uma exposição com réplica da Câmara das Confederações.

A capital Charlottetown, fundada em 1764, é uma cidade vibrante com seu charme histórico, festivais, lojas de artesanato e restaurantes. Você pode caminhar pelas ruas, ao longo do calçadão ou até pegar um barco para ter uma visão diferente.

A Ponte Confederation, inaugurada em 1997, com de 12,9 quilômetros de extensão sobre o estreito de Northumberland, liga PEI com o continente em New Bruwnswick. A chamada “Ligação Fixa” é um dos marcos da celebrados pela ilha ser conhecida como o “berço da Confederação”.

Não se pode falar em PEI e não mencionar Anne of Green Gables, livro de Lucy Maud Montgomery, publicado em 1908. Anne é uma das personagens mais conhecidas do Canadá, tanto que já virou filme, seriado de TV e até musical. A casa apresentada nos livros de Anne de Montgomery está em Cavendish, na costa norte da província, e pode ser visitada.

Prince Edward é uma província em uma ilha pequena, mas que oferece parques, praias, campos de golfe e é um destino popular para casamentos!

Conheça mais no tourismpei.com


New Brunswick – Marés, rochas e acadianos

Não somos nós que estamos dizendo isso, mas é o que declara a Constituição do Canadá. Cerca de dois terços da população se declaram como anglófona e um terço se declaram francófona.

Aquelas terras foram umas das primeiras na América do Norte a serem exploradas e colonizadas por europeus, começando pelos franceses no início dos anos 1600, isso explica a influência francesa.

No turismo, precisaríamos de mais espaço pra falar sobre as cidades de Moncton, a capital Fredericton e a cidade portuária de Saint John.

Uma das atrações mais populares de New Brunswick é o Parque Nacional Fundy, onde ficam as famosas Hopewell Rocks (Rochas Hopewell). Estas são formações rochosas causadas pela erosão das marés. Aliás, a base dessas formações é coberta de água duas vezes por dia, e com isso é possível ver as formações do nível do solo na maré baixa.

Se você é mais aventureiro, é possível andar de bicicleta na trilha do Fundy, fazer rapel nos penhascos em Cape Enrage, além de acampar ou até pegar um passeio de barco para observar baleias.

Pra quem prefere algo mais tranquilo, a província possui as praias com águas mais quentes do Canadá, com temperaturas chegando por volta de 29 C, ou seja, mais quente do que uma piscina olímpica.

No início dos anos 1700, os assentamentos franceses formaram uma parte da Acadia, uma divisão colonial da Nova França. A Acádia cobriu as áreas do que hoje são as províncias marítimas e partes de Quebec e do estado americano do Maine. Em sudeste de NB fica a lendária República de Madawaska.

Um passeio pelas rotas cênicas da Costa Acádia de New Brunswick irá levá-lo a comunidades vibrantes e em uma rica cena cultural. Museus, locais históricos e aldeias dão vida à notável história de quatrocentos anos dos acadianos, enquanto restaurantes e galerias oferecem uma conexão moderna com o passado.

Saiba mais no tourismnewbrunswick.ca


Nova Scotia – Fósseis e UNESCO

Nós já falamos da capital Halifax na edição XX e o Canadian Immigration Museum at Pier 21, também na capital, nesta edição. Vamos passear um pouco por outras áreas da província nesta coluna.

A Nova Scotia possui atrações como faróis, praias, parques nacionais, vinhedos, campos de golfe, as famosas lagostas e muita história.

Fora isso, a província tem cinco locais designados pela UNESCO, incluindo o sítio paleontólogo Joggins Fossil Cliffs, descrito como a “Galápagos da idade do carvão” devido à sua riqueza de fósseis do período carbonífero (354 a 290 milhões de anos atrás). Você pode passear pela praia para ter uma ideia da vida na Terra há 300 milhões de anos. Com mais de 15kms de falésias costeiras, você pode explorar o registro fóssil da vida na “era do carvão”.

Existem apenas dois centros urbanos na América do Norte que fazem parte da lista da UNESCO: Quebec City, em Quebec, e Old Town Lunenburg, na Nova Scotia, considerada a melhor cidade colonial britânica planejada sobrevivente do continente. Um passeio pela orla da pequena cidade repleta de história com lojas, artesões e restaurantes é algo inesquecível.

Conheça mais no novascotia.com