É melhor ser alegre que ser triste

0
95
Crônica de Celina Penteado: É melhor ser alegre que ser triste (Foto – Celina Penteado)

Não se pode discordar de Vinicius de Moraes. A alegria é a melhor coisa que existe.

No amor, nas amizades, no que temos que fazer para ganhar o pão de cada dia, ao acordar e ao cairmos nos braços de Morfeu.

Mas ser feliz dá trabalho. Requer foco, esperança transbordante e uma fé inabalável.

Os App’s da felicidade estão ao alcance dos dedos, mas não se engane companheiro a vida é uma só. Passa voando e não espera por desatentos.

É preciso domar a vaidade, a decepção, o stress. Aceitar. Lamber as feridas e lembrar das lições. Aprender, para não repetir os erros. Quem disse que seria fácil?

A natureza tem um jeito todo especial de se recompor, e nos deslumbrar cada vez que paramos para observar suas nuances, cores e reações vez por outra intempestivas. Nada mexe mais conosco do que uma noite de lua cheia ou um pôr do sol alaranjado.

Quando tudo em volta está confuso, descubra o bem que faz olhar as estrelas, as aves e o mar chegando suavemente à beira da praia. Não feche os olhos. Admire. Respire fundo o cheiro das árvores e da chuva.

Respire a vida pra dentro do peito. Olhe ao redor. Sorria para estranhos.

Essa pandemia vai passar, é claro!

E como também atestou o inesquecível poetinha, a tristeza tem sempre uma esperança de um dia não ser mais triste não…

Foto: Celina Penteado
Foto: Celina Penteado
Foto: Celina Penteado
Foto: Celina Penteado
Foto: Celina Penteado