Governo aumenta o apoio federal aos idosos durante a pandemia

0
121

Por Deb Schulte, Ministro dos Seniores do Canadá

A pandemia do COVID-19 afetou as finanças dos idosos, a saúde mental e as redes sociais de relacionamento, de amigos e parentes. Como eles ficam mais seguros estando em casa, os idosos enfrentam custos crescentes de alimentos e medicamentos e precisam gastar mais de sua renda com taxas de entrega e transporte. Muitos estão sentindo os efeitos do isolamento. É por isso que o governo do Canadá está tomando medidas significativas para apoiar os idosos em todo o país.

O governo do Canadá fornecerá um pagamento único e isento de impostos de CAD$ 300 para os idosos elegíveis pelo “Old Age Security”. Os idosos qualificados para o Suplemento de Renda Garantida recebem CAD$ 200 adicionais, totalizando CAD$ 500. Isso significa que casais de idosos de baixa renda receberão CAD$ 1000 a mais em auxílio social.

Esse investimento de CAD$ 2,5 bilhões fornece apoio financeiro direto a 6,7 ​​milhões de idosos em todo o país para ajudá-los a lidar com os custos crescentes do COVID-19.

Essas medidas são ações adicionais às tomadas no início da pandemia. Em março, o governo federal comprometeu mais de CAD$ 1,3 bilhão com idosos de baixa e média renda com um pagamento único de crédito GST isento de impostos, no valor médio de CAD$ 375 para solteiros e CAD$ 510 para casais. Além disso, houve o investimento de meio bilhão de dólares através do United Way, instituições de caridade locais e bancos de alimentos, para que idosos e outros canadenses vulneráveis ​​possam obter apoio, como entrega de mantimentos e medicamentos.

Para reduzir o isolamento, houve o investimento de CAD$ 20 milhões adicionais no Programa New Horizons for Seniors. Isso ajudará organizações locais que trabalham com idosos a fornecer programação e serviços aos idosos que lidam com a pandemia. Isso também inclui grupos dedicados a oferecer serviços culturalmente adequados aos idosos.

Segundo o governo, “essas medidas ajudarão a aliviar as dificuldades enfrentadas pelos idosos, mas reconhecemos que sempre há mais a ser feito.

Os idosos construíram este grande país, foram eles que nos criaram e cuidaram de nós, e agora faremos tudo o que pudermos para cuidar deles.