Guga Rocha – O chef brasileiro relembra a sua experiência no Canadá e traz uma receita exclusiva de tapioca natalina

0
241

O chef de cozinha Guga Rocha é um dos nomes mais famosos da atualidade quando o assunto é gastronomia criativa e inusitada. O brasileiro utiliza nos seus pratos um mix de culturas e sabores, algo peculiar e que foi resultado de muita pesquisa, tanto no Brasil quanto ao redor do mundo.

Chefe Guga Rocha. Foto: arquivo pessoal

Sua culinária é variada, eclética e inclui informações reunidas em mais de trinta países, incluindo Canadá, França, Itália, Portugal, Espanha, Grécia, Tailândia, Indonésia e por aí vai…

Além disso, Guga também fez investigações pelo interior do Brasil para obter dados preciosos sobre os primórdios da gastronomia brasileira, sobre a culinária quilombola e muito mais. Com tudo o que adquiriu, deu origem à Cozinha Tropicalista, que é uma mistura da culinária mundial com as tradições e a cultura brasileira. E o resultado foi sensacional!

A experiência no Canadá

O chef contou com exclusividade à Brazilian Wave Magazine que o seu contato com o Canadá aconteceu porque a sua esposa é natural do país, da cidade de Montreal. Portanto, há dez anos ele viaja para lá e adora. “Os canadenses são muito cordiais, a natureza do país é extremamente exuberante e a gastronomia jovem e muito vibrante” – comenta. Segundo ele, a herança gastronômica francesa é muito forte e faz com que a cozinha de miscigenação seja muito presente. “Existe a culinária francesa, a asiática, a presença da memória indígena, certa influência americana e uma forte presença inglesa, devido à própria colonização” – diz. Ele também ressalta que essa cozinha de fusão é ainda mais plural do que a brasileira, pois o Canadá tem muito mais imigrantes de diversas comunidades, como a filipina, a chinesa, coreana, vietnamita, árabe, indiana, irlandesa, inglesa e outras. “Essa mistura forma um caldeirão muito interessante do ponto de vista gastronômico” – afirma. Ele ainda destaca que o país tem ingredientes de ótima qualidade e tudo o que existe de melhor na cozinha internacional, como os frutos do mar de água fria – mariscos, ostras – e uma variedade de verduras e legumes orgânicos.

Guga conta que, atualmente, utiliza vários insumos canadenses nos seus pratos, como o xarope de bordô, chamado de sirop d’érable ou maple syrup, um extrato retirado da seiva de uma árvore típica do país, e que posteriormente é reduzido e adquire a consistência de um mel muito saboroso. “Eu tenho utilizado bastante esse produto, pois é um ótimo substituto para o açúcar!” – diz. Além disso, ele afirma que os insumos do país, aliados à técnica local com influência francesa, fazem com que o Canadá seja um manancial gastronômico muito interessante.

Tapioca Natalina.

Talentos no Canadá

Segundo Guga Rocha, diversos chefs de cozinha muito talentosos estão presentes no Canadá. Um deles é o Antonio Park, um nome muito importante no meio gastronômico do país. “Ele faz uma das melhores comidas japonesas do mundo!” – destaca. “O chef tem um restaurante em Quebec, o Park, que é uma referência em comida asiática, tanto pelas apresentações lindíssimas, como pelo frescor e a pela qualidade dos ingredientes” – conta.

RECEITA DE TAPIOCA NATALINA

– Massa

Ingredientes:

– 90g de goma de tapioca

– 2g de pó de beterraba

Preparo:

Pegue uma tigela e coloque 90g de goma de tapioca e misture com 2g de pó de beterraba. Misture bem!

Após misturar, coloque a massa dentro de uma frigideira, acerte com a colher e espere por aproximadamente 1 minuto a goma aquecer. Quando estiver pronta, coloque o recheio.

– Recheio

60g de morangos picados

30g de ganache

Ingredientes do ganache:

– 200g de creme de leite zero lactose

– 4 colheres de sopa de cacau em pó

– 1 colher de manteiga Ghee

– ½ colher de chá de sal do Himalaia

Preparo:

Levar os ingredientes ao fogo baixo até formar um creme

Finalização:

Quando a massa estiver pronta, colocar dentro dela os morangos e o ganache por cima. Está pronto para servir!