Mensagem de Páscoa: Esperança renovada

0
31

Pr. Ceny Tavares, Igreja Vida Nova

Pr. Ceny Tavares, Igreja Vida Nova – www.vidanova.ca

A Páscoa ocupa um lugar central nas Escrituras. No Antigo Testamento a Páscoa fala da libertação do povo de Israel do terrível cativeiro do Egito. Esta bela e dramática história está registrada em Êxodo 12.

Páscoa é um tema da maior relevância e significação para o povo de Israel. Significa, em Hebraico, ‘passagem’. Ainda hoje, ela é uma data importante para os Judeus e uma data central da fé cristã.

A Páscoa é a passagem da escravidão para a libertação, da morte para a vida, do desespero para uma esperança reacendida, da tristeza para a alegria indizível, da noite escura e turbulenta para uma manhã vitoriosa, iniciando uma vida nova, uma caminhada que terminaria, inexoravelmente, no seu destino apoteótico, marcado por uma aliança infalível decretada no cartório da eternidade.

Na Páscoa, somos levados a voar nas asas da imaginação, voando até o passado para recordar os grandiosos feitos pelo Deus de Israel.

Na Páscoa, temos uma oportunidade extraordinária de receber o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Na Páscoa, temos os nossos olhos cada vez mais abertos para visualizarmos o futuro com o coração mergulhado nas águas profundas de uma esperança inconfundível e inalterável.

Na Páscoa, somos tocados no mais profundo do nosso coração, experimentando o infinito amor de Deus que deu o Seu filho para ser o Cordeiro, perfeito para morrer em lugar dos imperfeitos e pecadores humanos. Nele, temos a única possibilidade de vencer a escravidão do pecado, continuarmos a nossa caminhada terrena e, por fim, entrarmos na posse da terra prometida.

O que esta Páscoa representa em nossas vidas, famílias, trabalho e relações? Neste contexto mundial em que vivemos, a pandemia da Covid-19, precisamos, mais do que nunca, estar juntos e apoiarmo-nos como famílias, amigos, colegas, vizinhos e como organizações para superarmos esta tempestade inesperada.

Ainda que estejamos vivendo tempos difíceis de Covid-19, a partir de nossas vidas, casas, trabalho, escola e em toda parte, não olhemos para as adversidades momentâneas, nas terríveis situações causadas pela pandemia. Este é um tempo de agirmos com sabedoria, prudência e amor para fazermos o bem a todos.

Que a luz de Cristo nos ilumine para que, nesta Páscoa, e em todo os dias, sejamos solidários, em meio à solidão de tantos.

Que estejamos mais dispostos a socorrer os que sofrem e passam pelas terríveis dores causadas por esta situação atual.

LIÇÕES PRECIOSAS DA PÁSCOA

1. LIBERTAÇÃO (Ex 12.4-6) – Quando a Páscoa foi instituída, Deus ordenou a Moisés que cada família se reunisse para matar o cordeiro e aspergir as ombreiras da porta com o sangue. Todo o primogênito onde tinha sangue nos umbrais da porta não era ferido de morte. Porém, os primogênitos dos egípcios morreram naquela noite. Não foi a vida do cordeiro, mas sua morte que trouxe libertação para os israelitas. Assim, também, somos libertos da morte pela morte de Cristo. Ele morreu a nossa morte, para vivermos a sua vida. O sangue do Cordeiro de Deus continua sendo totalmente eficiente e suficiente para salvar, purificar e justificar aqueles que reconhecem o sacrifício de Cristo na cruz.

2. ALIMENTAÇÃO (Ex 12.8-12) – Aqueles que foram salvos pelo sangue alimentaram-se do cordeiro. Reunidos em famílias, os israelitas se fortaleceram para a caminhada, comendo a carne do cordeiro com ervas amargas. Aqueles que são salvos pelo sangue de Cristo precisam se alimentar de Cristo. Ele é o pão vivo que desceu do céu. Ele é o alimento para a nossa alma. A Páscoa judaica foi substituída pela Ceia do Senhor. O pão simboliza o corpo de Cristo e o vinho o seu sangue. Devemos nos alimentar do corpo e do sangue do Senhor. Cristo está presente na Ceia, espiritualmente, e dele nos alimentamos espiritualmente.

3. CELEBRAÇÃO (Ex 12.15-20) – A Páscoa nos leva ao altar do Senhor para uma celebração, sem a contaminação com o fermento da velha vida. Precisamos celebrar as maiúsculas vitórias concedidas pelo Cordeiro de Deus, ainda que estejamos passando pelos vales escuros do medo, da depressão e do desespero; também das incertezas, das injustiças, das hostilidades, dos traumas e das lutas. É tempo de celebrar a vida, saúde, paz, esperança, família, amigos, irmãos e toda boa dádiva que Deus nos tem concedido. A Páscoa nos leva a refletir se estamos debaixo do sangue da aliança. A Páscoa é um tempo de avaliar sobre a nossa família, se ela está segura dentro da casa onde tem sangue aspergido nos umbrais das portas. A Páscoa nos leva a adorar o Cristo vivo e adorá-Lo para sempre.

DEIXE SUA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui