Mudança

1
86
Lagoa, Rio de Janeiro. Foto: Celina Penteado

Nasci e fui criada num país tropical. O Rio de Janeiro sempre foi quente, acho até que ignorou os buracos da camada de ozônio, faz muito calor na primavera, um pouco menos no outono e nem preciso mencionar nosso famoso verão. É infernal.

Sou do tempo em que Ipanema era só felicidade, o Leblon, Lagoa e Jardim Botânico também. Mas o ritmo que embalava essa cidade, meio bossa nova, foi sumindo diante do caos moderno que trouxe milhares de motos barulhentas, sirenes e motoristas que usam a buzina como se fosse aplicativo para desenrolar o trânsito.

Como é que alguém pode viver numa cidade detestada pelo presidente, abandonada pelo governador e esquecida pelo prefeito? Resolvi deixar a Cidade Maravilhosa e me mudar de vez para a serra de Petrópolis, onde imaginava que seria mais feliz e teria de volta a paz de espírito que não encontrava mais nas esquinas inseguras por onde andava.

Foi uma decisão pensada e repensada, que consumiu tempo e muitas garrafas de vinho. Mas numa tarde qualquer vendi meu apartamento, empacotei minha vida em caixas de papelão e saí sem olhar para trás.

Foi a melhor decisão que tomei nos últimos anos. Refiz uma casa aconchegante, abasteci a adega para os dias de frio que viriam, comprei uma lareira e comecei a ser feliz outra vez.

Mudar pode ser assustador, em qualquer nível que se dê essa mudança. Mas as recompensas são maravilhosamente inesperadas.

O Rio está no meu DNA. Sou carioca até a raiz dos cabelos. Mas essa mudança sacudiu meu espírito.

Mudar faz bem. Mudar a cor da parede, mudar o penteado, mudar a forma como vemos as pessoas ao nosso redor.

Enquanto o outono esfria, escuto o vento lá fora. As maritacas são meu novo despertador. Meu ritmo mudou também, segue o balanço dos bambuzais na frente da minha varanda enquanto o sol vai cedendo seu lugar a mais uma noite estrelada.

Mudança de vida, hábitos e certezas. Um vinho de cada vez!

Lagoa, Rio de Janeiro. Foto: Celina Penteado
Vista aérea, Rio de Janeiro. Foto: Celina Penteado
Vista aérea, Rio de Janeiro. Foto: Celina Penteado

1 COMENTÁRIO

  1. Maravilha. Voce vai gostar mais ainda. Desde os meus tempos de EBT, eu frequentava Itaipava. Na epoca morei em Secretario. Depois comprei um terreno em Pedro do Rio e construi minha casa. Infelizmente, anos depois tive que desfazer de tudo e voltar para a ex marsvilhosa cidade. Mas não me desliguei da serra. Tenho por aí muitos amigos e minha vida social é mais intensa do que aqui . Voce vai realme te voltar o sentir o gosto pelo simples, barulho do vento nas folhas, cheiro de eucalipto, infinidade de passaros e mais um mundo a teus pes. Seja muito feliz Celina. Bjs Bispo

Comments are closed.