Português na York University. Entrega de prêmios aos melhores alunos

0
35

Por Maria João Dodman

No dia 24 de outubro teve lugar na York University uma cerimônia de entrega de prêmios a estudantes no Department of Languages, Literatures and Linguistics (DLLL), no qual se integra o programa de Portuguese & Luso-Brazilian Studies. Esta cerimônia reconheceu os melhores alunos dos últimos dois anos acadêmicos: 2017/18 e 2018/19.

Os vencedores do prêmio Dark Stones: The Azorean Spirit, destinado a galardoar o melhor aluno do programa, foram Vanda Mota (2017/18) e Wendy Roza (2018/19). Estas alunas distinguiram-se pela progressão manifestada e pelo mérito acadêmico evidenciado bem como pelo seu envolvimento em atividades co(extra) curriculares no programa de Português da York U. Este prêmio cujo valor é de $1500 dólares, é patrocinado pelo Banco Santander Totta, graças a Gabriela Cavaco, sua representante no Canadá, uma apoiante da Universidade de longa data.

WENDY ROZA: “The Portuguese and Luso-Brazilian Studies program at YorkU is quite different from any other program at YorkU. You get a sense of feeling that everyone is one big happy family. The professors not only teach you the things that are needed for the course but also lessons on life. They make you feel that you matter and you are important in this world and that you are going to succeed. They push you to keep doing better and they don’t seem to have a problem with the number of times they have to remind you to do so. I first decided to enroll in Portuguese courses to improve in the language, but they made me fall in love with the culture and I decided to partake in the program. I don’t know what God has in store for me in the future, but I know that what I learned will help me to connect better with people in the Lusophone world. Thank you to all the professors that I had the privilege to learn from these past three years and I will take every lesson out into the world.” 

O melhor aluno da turma de Português elementar (POR1000) em 2018/19 ganhou o prémio “Português dá-te asas”, que consiste numa viagem aos Açores, oferecida pela Azores Airlines. Beatriz Aguiar, a aluna agraciada, de família oriunda dos Açores, mas vivendo nas Bermudas, mostrou-se muito feliz por ter esta oportunidade de viajar e melhor conhecer assim a realidade do arquipélago. A estudante pôde, desta forma, agradecer pessoalmente à Azores Airlines, na pessoa de Susan Costa que esteve presente na cerimónia para entregar o voucher à aluna, e que também discursou sobre a importância de viajar e de melhor conhecer e compreender outras culturas. Foram reconhecidos também os vencedores de 2017-18: Erogu Otasowie e Cassandra Moniz.

O melhor aluno da turma de Português elementar (POR1000) em 2018/19 ganhou o prémio “Português dá-te asas”, que consiste numa viagem aos Açores, oferecida pela Azores Airlines. Beatriz Aguiar, a aluna agraciada, de família oriunda dos Açores, mas vivendo nas Bermudas, mostrou-se muito feliz por ter esta oportunidade de viajar e melhor conhecer assim a realidade do arquipélago. A estudante pôde, desta forma, agradecer pessoalmente à Azores Airlines, na pessoa de Susan Costa que esteve presente na cerimónia para entregar o voucher à aluna, e que também discursou sobre a importância de viajar e de melhor conhecer e compreender outras culturas. Foram reconhecidos também os vencedores de 2017-18: Erogu Otasowie e Cassandra Moniz.

BEATRIZ AGUIAR: “Because I was born in the Azores, I took this course in order to better understand my family’s language and to be able to connect with my relatives along with my culture. I found the course to be a wonderful and quite enjoyable experience as the material was quite easy to understand since the professor made everything so clear to her students when explaining the concepts. I found it extremely helpful when we would apply our knowledge of the language frequently in the form of speaking to our colleagues and the professor. I would definitely recommend this course to any student that is interested in learning Portuguese.”

Lisa Teixeira Raposo foi a vencedora de Portuguese and Luso- Brazilian Studies Entrance, prêmio patrocinado pela Academia do Bacalhau de Toronto, que visa reconhecer o mérito académico de um aluno de primeiro ano. A aluna tomou partido desta oportunidade para agradecer o prêmio, mas também para agradecer o apoio da família.

LISA TEIXIRA RAPOSO: “Muitas pessoas têm me perguntado o porquê de eu ter escolhido este programa de estudo, Portuguese and Luso-Brazilian Studies na York University, e eu penso que a razão foi o amor que sinto pela Língua Portuguesa e a cultura. Eu vivi ouvindo a Língua Portuguesa desde criança, mesmo tendo nascido no Canadá, minha família toda falava em português, e eu experienciei a cultura portuguesa em primeira mão enquanto vivi 11 anos nos Açores, S.Miguel. E quando me mudei para o Canadá outra vez, senti-me desconectada com a minha cultura e língua, e desde aí eu sabia que tinha de fazer algo que me permitisse continuar a constante experiência de aprendizagem que é Portugal em sua plenitude. Quando eu ouvi falar deste Programa de estudo através de um amigo, do Grupo Folclórico Pérolas do Atlântico do qual faço parte, fiquei imediatamente intrigada, e simplesmente não consegui parar de pensar no programa. Muitas pessoas podem pensar que é absurdo o que vou dizer, mas a verdade é que eu penso que foi destinado para ser. Este programa é perfeito para mim, e com este vou poder ter uma carreira que envolve a Língua Portuguesa e/ou Cultura. O que quer dizer que eu poderei alcançar o que sempre sonhei, uma vida repleta da língua e cultura que tenho com muito carinho no meu coração. Dito isto, quero agradecer à Academia do Bacalhau de Toronto pelo patrocínio escolar, e dizer que estou grata pela ajuda. Obrigada.”

Foram ainda agraciados com “Prêmios continuidade” pelo DLLL o segundo melhor aluno de POR1000 – Sabrina Junqueira – e o melhor aluno a frequentar uma disciplina de Literatura Portuguesa, Vincenzo Gruppuso que recentemente se licenciou em Estudos Portugueses & Luso-Brasileiros.

SABRINA JUNQUEIRA: “I decided to take POR1000: Elementary Portuguese to further my understanding of the Portuguese culture and language that are an integral part of my identity as my parents are both Portuguese immigrants. Since I was lucky enough to be able to grow up in Canada with a Portuguese upbringing, it was important to me to incorporate this into my experience as a university student. My parent’s hard work and support are what truly gave me the opportunity and the privilege to study here and I wanted to commemorate that. I went into the course with three goals: to further my understanding of the language, to be able to communicate in Portuguese with confidence and to feel closer to the Portuguese speaking community at York University. I am happy to say that, after taking this course with Inês Cardoso, I was able to achieve these goals. I found myself looking forward to my two lectures for this course every week and found the in-class discussions informative and fun! What made this lecture stand out in comparison to others I have taken was that it truly felt like we were a family, which motivated me, even more, to work hard towards my goals for this course. I am truly honoured to be receiving the award for the second best student in the course, Prémio DLLL, Department of Languages, Literatures and Linguistics (DLLL).” Muito obrigada a Professora Inês Cardoso e os meus colegas do POR1000, as minhas memorias desta aula são de umas das melhores que eu tenho na York University.

Todos os alunos agradeceram às professoras do programa, e alguns até acentuaram a dedicação e a inspiração da professora Inês Cardoso que regressou a Portugal em Junho de 2019, mas que continua sendo admirada pelos alunos e pelos colegas do departmento.

O prémio Dark Stones: The Azorean Spirit é uma merecida homenagem a José Dias de Melo, autor da obra homónima (Pedra Negras, 1964) e importante escritor português, natural dos Açores. Celebrizou-se como o “escritor das baleias”, particularmente por a sua obra literária versar ampla e profundamente a saga do povo açoriano, especialmente associada à problemática da indústria baleeira. Defensor acérrimo dos ideais de igualdade, dignidade, liberdade e justiça social, o autor deixou-nos, de forma viva e acutilante, histórias marcadas pela exploração, pobreza e injustiça, vivenciadas por açorianos, em que se reveem, com profunda humanidade e universalidade, tantos quantos construíram percursos nas malhas da miséria.

O galardão “Portuguese gives you wings” reflete os objetivos partilhados pelo Programa de Portuguese and Luso-Brazilian Studies e pela Faculty of Liberal Arts and Professional Studies de continuar a desenvolver e a investir em Educação Experimental (Experiential Education). Na sequência da disciplina de Elementary Portuguese, o estudante recipiente tem a oportunidade de praticar competências comunicativas em contextos reais de uso. Pode igualmente beneficiar do contacto com a vida nos Açores, um arquipélago dinâmico, mundialmente reconhecido – inclusivamente pela UNESCO e pela National Geographic – graças à sua beleza natural, salvaguardada por um desenvolvimento sustentável, e distinto por o que Vitorino Nemésio designou de açorianidade, termo que exprime e sustenta como as condições históricas e geográficas, sociais e humanas conferem, a estas ilhas e aos seus habitantes, uma identidade muito particular.

Com o patrocínio da Academia do Bacalhau de Toronto, o Portuguese and Luso- Brazilian Studies Entrance Award foi criado no ano letivo de 2016/17 na York University com o objetivo de apoiar os estudos universitários de um aluno que, pela primeira vez, ingresse na York University e se matricule no programa de Portuguese and Luso-Brazilian Studies. Este prêmio reconhece assim, o estudante de primeiro ano que, inscrito neste programa, se distinga pelos melhores resultados no nível de ensino precedente – para o efeito, considerar- se-á a nota final do Ensino Secundário – e que manifeste comprovada necessidade financeira. O aluno agraciado recebe uma bolsa no valor de $1000 dólares canadianos.

O Banco Santander Totta é uma instituição bancária de liderança em Portugal. Com representação nas mais variadas comunidades portuguesas da diáspora, o Santander Totta tem contribuído e reafirma, com a atribuição deste prêmio, o seu comprometimento firmado pela colaboração em prol do desenvolvimento educativo e cultural bem como da promoção da língua portuguesa.

Azores Airlines do grupo SATA é constituído por um conjunto de empresas dedicadas ao transporte aéreo; fundado em 1941, encontra-se sediado na cidade de Ponta Delgada, sita na ilha de São Miguel, Açores. Representada em diversos países, a Azores Airlines liga mais de oitenta destinos no Atlântico Norte, com voos entre continentes, arquipélagos e ilhas. Seguindo uma conduta norteada por valores como a qualidade, o profissionalismo, a pontualidade e a hospitalidade, a Azores Airlines tem contribuído e reafirma, com a atribuição deste prémio, o seu comprometimento firmado pela colaboração em prol da promoção da Língua Portuguesa. A Azores Airlines Canadá é também um exímio parceiro na disciplina avançada que inclui a inserção profissional durante o período de formação: “Language in Context: Portuguese in the Greater Toronto Area”.

A Academia do Bacalhau de Toronto é uma associação comunitária sem fins lucrativos nem propósitos políticos ou religiosos. São seus objetivos i) fomentar, encorajar e desenvolver a cooperação entre os seus membros e participantes das suas iniciativas, independentemente das suas origens ou formação; ii) promover contactos entre organizações associativas de diferentes comunidades; iii) promover iniciativas de difusão da cultura portuguesa e do legado da comunidade imigrante/ lusodescendente; iv) angariar fundos a fim de contribuir para diversas causas educacionais e sociais. Assim, a Academia do Bacalhau, em uníssono com as suas congéneres pelo mundo, representa um dos movimentos associativos mais férteis e ativos da diáspora portuguesa.

Estes prêmios são representativos do compromisso e do investimento do Programa de Português & de Estudos Luso-Brasileiros da York em oferecer aos alunos, do primeiro ao último ano, oportunidades significativas que promovam um maior envolvimento com a língua e com as culturas que nela se expressam. Facultam, portanto, contextos privilegiados e apoios para estimular não só a interação comunicativa, mas também o sentido de pertença a uma comunidade maior, integradora e valorizadora da diferença, não só das várias culturas lusófonas como também das configurações que a língua toma em diferentes geografias. Para mais informações, consultar: http://portuguese.dlll.laps.yorku.ca/students/program-awards/

Por Maria João Dodman, professora associada e diretora do departamento de Línguas, Literaturas & Linguísticas– York University