Procurações: Planejamento pessoal simples e eficaz

0
77

Por Flavia Zancope

Você já usou uma procuração no Brasil? Se já, você pode ter se frustrado por um emaranhado de burocracia. Talvez a redação do documento não estivesse específica o suficiente, ou talvez o gerente do banco não quisesse aceitá-lo. Essas dificuldades burocráticas não são exclusivas do Brasil e o uso de procurações pode ser complicado em muitas jurisdições.
A boa notícia é que no Canadá o processo é muito mais simples. Quando preparada corretamente, uma procuração pode conceder poderes completos de decisão legal e financeira a alguém em seu nome (se essa for sua intenção) e permanecer válida em todos os orgãos. Por ser tão acessível e eficaz, uma procuração é uma maneira simples e barata de se planejar.

Tipos de Procurações
Geral: Ativa imediatamente e termina se você se tornar incapaz de tomar decisões
Duradoura: Ativa imediatamente e continua se você se tornar incapaz de tomar decisões
Limitado: Efetivo por um tempo ou propósito específico

Documento de planejamento versátil
Ao criar uma procuração, selecione o procurador, ou seja, a pessoa a quem você está concedendo o poder e especifique as áreas sobre as quais o seu procurador terá autoridade. Alguns exemplos são: finanças, propriedade e questões legais. Você também determina o nível de autoridade que ele terá. Além disso, você escolhe quando o documento entra em vigor e por quanto tempo.

Selecionar seu procurador é uma decisão importante. Eu recomendo escolher alguém de sua confiança, alguém que seja um bom tomador de decisões, com um sólido histórico financeiro.

Por que usar uma procuração?
Existem muitos cenários em que uma procuração é útil. Alguns de meus clientes usam procurações dando poderes limitados ou gerais para garantir que as contas sejam pagas enquanto estiverem de férias. Outros usam uma procuração para cuidar de transações imobiliárias quando estão fora do país.

Mais populares, porém, são as procurações duradouras, onde a autoridade permanece em efeito mesmo se você se tornar incapaz de tomar decisões – devido a um acidente, doença ou outro evento imprevisto. Na minha prática, preparei procurações para muitas pessoas jovens e saudáveis ​​que desejam planejar esses cenários e garantir que seus assuntos jurídicos e financeiros estejam em ordem. Sem uma procuração, sua família pode ter que ir ao tribunal para garantir os direitos legais de administrar seus negócios.

Criando uma procuração no Canadá
Embora a burocracia não esteja nos níveis brasileiros, espere encontrar alguns procedimentos das instituições canadenses, pois eles verificam a credibilidade dos seus documentos de planejamento. Os bancos solicitarão uma cópia do seu POA para seus arquivos e o departamento jurídico irá verificar a legitimidade do documento.

Da mesma forma, uma procuração de imóveis também precisa ser registrada junto às autoridades competentes. Em BC, por exemplo, uma procuração precisa ser registrada com o Land Title Office antes de poder ser usada para bens imóveis.

Planejamento traz paz de espírito
Uma procuração é uma parte importante do planejamento pessoal e faz com que você possa ter paz de espírito e se sentir confortável sabendo que fez os preparativos necessários. Se você estiver interessado em saber mais, marque uma consulta com seu notário local ou profissional legal. Eles podem elaborar uma procuração válida para atender às suas necessidades e orientá-lo nos arranjos necessários com as respectivas instituições.


Flavia Zancope is certified Notary Public