Erin O’Toole – líder da oposição oficial fala sobre a plataforma de governo do Partido Conservador

Terceira conferência de imprensa etno-cultural, virtual, com o líder da oposição oficial do governo, Exmo. Erin O´Toole.

0
152
Imagem de Erin O'Toole, líder da oposição oficial pelo Partido Conservador canadense,  entrevistado por representantes da mídia etnocultural, no marco da última sessão do Parlamento, em junho de 2021
Erin O’Toole, lider do Partido Conservador (Foto: Wikipedia)

Erin O’Toole, líder do Partido Conservador do Canadá, participa da 3a conferência de imprensa etno-cultural

O líder da oposição oficial, Erin O´Toole, participou da 3a conferência de imprensa etno-cultural. Em 23 de junho de 2021, a rodada de entrevistas, em formato virtual, aconteceu no marco da última sessão do Parlamento. O representante político respondeu a várias perguntas e apresentou pontos importantes da plataforma de governo do Partido Conservador. Katarina Homolova, conselheira de divulgação da comunidade e mídia etno-cultural, fez a moderação.

Com a possível realização de eleições federais no Canadá em um futuro próximo, é importante conhecermos as diretrizes dos partidos políticos. Nesse sentido, vale sabermos diretamente de Erin O´Toole, quais são os pilares do Partido Conservador. Também, como eles respondem aos canadenses, no atual cenário do país.

12 temas abordados por Erin O´Toole, líder do Partido Conservador

  • 1. Desafios econômicos do Canadá após a Covid
  • 2. Apoio aos proprietários de pequenos negócios
  • 3. Comunidades étnicas e pandemia
  • 4. Recuperação econômica pós Covid-19
  • 5. Acessibilidade à habitação
  • 6. Viagens do primeiro-ministro ao exterior
  • 7. Recuperação de pequenas empresas
  • 8. Laboratório Nacional de Microbiologia do Canadá.
  • 9. Seleção de juízes nacionais
  • 10. Recentes ataques em London, Ontário
  • 11. Resposta do governo à pandemia Covid-19
  • 12. Recente viagem do primeiro-ministro Trudeau à Europa

(Transcrição parcial com tradução livre para o português)

Katarina Homolova, conselheira de divulgação da comunidade e mídia etnocultural, deu início ao envento

Katarina Homolova – Esta conferência de imprensa marca o fim da última sessão do Parlamento. E nesta noite, temos, pela frente, uma discussão muito interessante. Vou passar a palavra ao líder da oposição oficial, Erin O´Toole. Mas antes, eu gostaria de agradecer a todos os produtores de mídia étnica, repórteres, anfitriões e jornalistas, por seus serviços junto à população diversificada do Canadá. O seu papel na luta contra a pandemia de Covid-19 tem sido inestimável. Assim, apresento nossos agradecimentos a vocês, comunidades que dependem de notícias em terceiro idioma, pelo repasse de importantes mensagens da Covid-19 nos seus idiomas. Obrigada.

Erin O´Toole, líder do Partido Conservador do Canadá, fez suas considerações iniciais

Erin O’Toole – Obrigado Katarina e boa noite a todos. De fato, eu concordo com as palavras de Katarina e, desde logo, agradeço a vocês por sua liderança, ao longo dos últimos 14 a 15 meses, desafiadores. Nesta semana, estamos encerrando a última sessão do Parlamento do Canadá. Hoje, de fato, os liberais estão dando todas as indicações de que o Parlamento só voltará depois das eleições. Como oposição oficial, nosso trabalho é exigir que o governo Liberal preste contas de seus fracassos e que coloquem os canadenses, em primeiro lugar.

Os canadenses merecem mais do que a “mesmice” de Trudeau e dos Liberais. Do mesmo modo, merecem coisa melhor do que o NDP, Bloc Quebecois, Green e outros que os sustentam e ajudam a encobrir coisas. Os Liberais e os três outros partidos da esquerda oferecem apenas mais do mesmo: mais déficits grandes, mais dívidas, mais impostos e menos oportunidades. Ou seja, eles gastam o seu dinheiro e depois, afirmam que estão sendo generosos. Contratam os seus próprios amigos, enquanto outras pessoas são ignoradas. Eles têm um conjunto de regras para si próprios e outro para todos os demais.

Os 5 pilares do plano de governo do Partido Conservador

Erin O’Toole – Os conservadores do Canadá têm um plano de recuperação para todos os canadenses.

  1. Primeiramente, implementaremos um plano de empregos abrangente, que irá recuperar os milhões de empregos perdidos durante a pandemia, em um ano.
  2. Nosso segundo pilar é garantirmos que responsabilizaremos o governo por incontáveis ​casos de corrupção. Para isto, então, uma nova lei anticorrupção servirá para restaurar a responsabilidade, a transparência e a confiança em Ottawa.
  3. Terceiro: abordaremos o tsunami de desafios na área de saúde mental decorrentes desta pandemia, especialmente com nossos jovens. O índice de jovens em crise mental disparou, com as condições passando da depressão e ansiedade a distúrbios alimentares e vícios. Por isso, apresentaremos um plano de ação de saúde mental, em parceria com territórios provinciais e grupos comunitários sem fins lucrativos. Queremos ajudar a curar e a colocar as pessoas no caminho do bem-estar.
  4. Quarto: garantiremos que nosso país nunca mais esteja despreparado para uma crise. Assim, os conservadores do Canadá nos tornarão mais resistentes e seremos menos dependentes de países como a China comunista. Além disso, criaremos um estoque de produtos essenciais, juntamente com a capacitação doméstica para a fabricação de vacinas e outros medicamentos essenciais.
  5. Quinto pilar de nosso plano de recuperação do Canadá: em uma década, a taxa de inflação atingiu o seu ponto mais alto. Além disso, nos últimos seis meses, vimos o alto custo da habitação aumentar. Os gastos descontrolados de Trudeau e os déficits intermináveis ​​estão causando danos reais à economia. A possibilidade de aumento das taxas de juros torna esse risco ainda maior, nos próximos anos. Portanto, garantiremos a economia canadense equilibrando o orçamento federal ao longo da próxima década. Com isso, reduziremos os riscos inflacionários e consequentemente, custo para os canadenses como transporte, alimentos e habitação.

Outros pontos apresentados por Erin O´Toole

O planejamento para o meio ambiente

Este planejamento atenderá às nossas metas climáticas de Paris. Ao mesmo tempo, criaremos empregos e crescimento econômico a uma taxa muito superior ao Plano de Mudança Climática CART do Sr. Trudeau. O futuro do Canadá está em jogo. Também o futuro de nossos filhos e netos está em jogo. Enquanto nos recuperamos da Covid-19, é hora de termos certezas. Da mesma forma, é hora de termos liderança competente e ética, em Ottawa. É hora de sermos então, novamente campeões pela unidade do nosso país, buscando a excelência e um futuro próspero para todas as famílias.

As pressões sobre o atual governo

Constantemente, os conservadores têm defendido os canadenses, em Ottawa. Trabalhamos com grupos comunitários para pressionar o governo e, assim, ajudar aqueles que estão separados de seus entes queridos. Seja pelo fechamentos de fronteiras, seja pelos atrasos na imigração. Além disso, solicitamos mais apoios e opções de recuperação àqueles que lutam contra os desafios de saúde mental e vícios. Nós lutamos contra a tentativa dos liberais de regular a liberdade de expressão.

Também, apresentamos legislação para se combater o aumento das gangues e da violência armada, incluindo-se então, penas mais severas para criminosos perigosos. Contudo, o Sr. Trudeau está reduzindo as penalidades.

Pressionamos o governo a apoiar os trabalhadores e proprietários de pequenas empresas nos setores mais afetados pela pandemia. Turismo hoteleiro, organizações sem fins lucrativos e instituições de caridade são alguns exemplos. Trudeau votou contra essas medidas. Mas, a Câmara dos Comuns aprovou a moção conservadora, reconhecendo o genocídio realizado pela República Popular da China contra os muçulmanos turcos mais fracos, atualmente. Mas, o Sr. Trudeau nem mesmo compareceu à votação.

Os conservadores são a única escolha para se garantir a economia do Canadá, o nosso futuro. São a garantia de que estamos proporcionando a nossos filhos e netos, um Canadá mais forte e unido. Assim, quero agradecer novamente pelo trabalho que estão fazendo.

Erin O´Toole responde a representantes das midias etno-culturais

1. Quais são os principais desafios econômicos que o Canadá enfrentará após a Covid? Como você os enfrentaria?

Erin O’Toole – Obrigado, Zoltan (Zoltan Maros da KMTV media). O maior problema é a crise para meio milhão de pessoas. Gente que perdeu o emprego ou que está subempregada, como resultado da Covid-19. Há também a crise dos pequenos negócios. No ano passado, muitos serviços do setor de hospitalidade e turismos mantiveram-se somente por um fio.

Por isso, o nosso plano de recuperação baseia-se no primeiro pilar: ajudar as pessoas a voltarem ao trabalho e ajudar os proprietários de pequenas empresas a sobreviverem com esses programas de ajuda direcionados. A grande mídia étnica tem sido eficaz. Mas, precisamos direcionar o apoio para algumas indústrias que foram mais atingidas e que terão uma recuperação mais lenta.

O Sr. Trudeau não tem nenhuma experiência no setor privado. Na verdade, ele atacou os proprietários de pequenas empresas, dizendo-os trapaceiros. Mas, nós vamos trabalhar com eles para que o país volte a se mover, em todas as partes e em todos os setores. Porque para o Partido Conservador, o primeiro pilar desse plano de recuperação após a Covid é, justamente, fazer o país voltar a trabalhar.

2. As pequenas empresas são um ponto forte da Comunidade Portuguesa Canadiana. Que tipo de apoio a oposição oficial e os conservadores do Canadá fornecerão aos proprietários de pequenos negócios?

Erin O’Toole – Obrigado, Nuno (Nuno Adães do Correio da Manhã Canadá). Eu também concordo e vi isso no GTA, onde sou um membro do Parlamento. Em todo o país, há uma grande variedade de comunidades de origens étnicas e culturais, incluindo a portuguesa. Comunidades que geram importantes pequenos negócios, que estão entre os mais atingidos. Então, como eu disse, vamos direcionar programas para garantir que essas empresas sobrevivam e prosperem, no futuro.

Teremos programas de empréstimos direcionados para essas empresas se reestruturarem, se recuperarem. Nossa abordagem Main Street Canada poderá, até, fornecer empréstimos para as pessoas começarem um novo negócio. Porque, quando o comércio fecha, ou uma rua principal, ou um centro comercial ficam esburacados, isso afeta todos os outros negócios. Portanto, uma estratégia altamente eficaz dará início a um renascimento às pequenas empresas. Como você sabe, dois terços dos canadenses trabalham para uma pequena ou média empresa ou mesmo, são propietários. Apenas os conservadores e nosso plano de recuperação tem esse suporte.

3. Que questões específicas enfrentadas pelas comunidades étnicas os liberais não conseguiram resolver? O que o seu partido fará a respeito?

Erin O’Toole – Essa é uma ótima pergunta, Marie (Marie Pacheco, do Filipino News). Independentemente da comunidade, se você olhar para cada parte do país, perceberá os cinco pilares, refletidos na criação de empregos (pequenas empresas, o primeiro pilar), nas leis de responsabilização e de corrupção. As pessoas não querem ver o dinheiro dos seus impostos desperdiçado. Além disso, não querem acesso especial para os amigos do primeiro-ministro. Assim, o plano de ação de saúde mental, o plano de capacidade e o plano fiscal são importantes. Mas, pessoalmente, o que eu escuto nos contatos com as Câmaras de Comércio e comunidades culturais, é que há impacto na saúde mental. A crise está afetando os jovens.

Vimos taxas mais altas de suicídio e de violência doméstica. Também, na dependência, especialmente com opióides. Então, quando me encontro com grupos comunitários que estão tentando ajudar sua comunidade, especialmente os novos canadenses, vale ter certeza de que o apoio à saúde mental está disponível. Isso, porque uma família afetada pode levar ao colapso, ao vício, ou potencialmente, ao crime e deslocamento. Então, afeta a comunidade mais ampla.

Falei muito sobre economia, mas quero que os canadenses saibam que seremos um governo conservador muito compassivo. E que a saúde mental é uma possibilidade de parcerias com organizações comunitárias sem fins lucrativos, para ajudar o bem-estar das pessoas em suas comunidades.

4. Além das pressões do dia a dia que tornam a vida mais difícil do ponto de vista emocional, temos ainda, um fardo financeiro para todos nós. Se uma eleição federal fosse convocada, que tipo de ação sua equipe teria que tomar para lidar com as dificuldades econômicas que todos nós enfrentamos, tão logo a pandemia diminua?

Erin O’Toole – Obrigado, Soraya (Soraya Silva, da FPTV). Eu tenho falado muito sobre o importante papel das pequenas empresas e sobre setores altamente afetados como por exemplo, o de viagens, hotelaria, turismo e até mesmo, companhias aéreas. E eu penso que isso é muito importante.(…) Mas, precisamos ter plataformas direcionadas e programas específicos. Uma questão mais ampla para o Canadá, é que valorizamos as pessoas que trabalham duro para sustentar suas famílias.

Se você tem seu pequeno negócio em Surrey, em Windsor, se você trabalha no setor de energia, em Alberta, ou na agricultura, há nobreza. Porque é nobre trabalhar duro para sustentar sua família. Ottawa então, não deveria escolher a dedo, quais os setores a serem recuperados.

Quando o Sr. Trudeau fala sobre reconstruir melhor e usa slogans como esse, ele está deixando de fora centenas de milhares de pessoas. Assim, ele está causando uma crise de unidade nacional. Contudo, nós valorizamos o retorno das pessoas que trabalham nesta economia.

Os Liberais, o NDP, os Verdes, todos eles apoiam a transformação do serviço em uma renda anual permanente. No entanto, isso vai minar a nossa força econômica, vai prejudicar as pequenas empresas e desincentivar aqueles que trabalham. Os novos canadenses e as comunidades etnoculturais sabem muito bem disso. Porque algumas pessoas chegam (ao Canadá) com muito pouco. Mas, trabalham duro e em 10 anos, já estão empregando outros canadenses, porque abriram seus pequenos negócios. Admiro a nobreza disso, dessa ética de trabalho. Assim, vamos garantir que isso faça parte de nossa recuperação de empregos, em todas as partes do país e em todos os setores de nossa economia.

5. Possuir uma casa no Canadá, não é um luxo, é uma necessidade. Mas a acessibilidade à habitação está se tornando uma grande crise. Quais são seus planos de preços imobiliários controlados?

Erin O’Toole – Obrigado, Harpreet (Harpreet Singh, do Harpreet Singh Show). Considero esta, uma das questões mais urgentes que nosso país enfrenta. Com frequência escuto sobre isso, em todas as partes do país, especialmente no sul de Ontário e na Colúmbia Britânica. Mas, é um problema de todos os lugares. Há algumas semanas atrás, os conservadores trouxeram uma série de propostas a Ottawa, para resolverem a nossa crise habitacional. Infelizmente, o governo Trudeau as ignorou completamente.

Primeiramente, queremos congelar os compradores estrangeiros não residentes. Porque não devemos tornar mais difícil para as famílias canadenses trabalhadoras competirem neste o mercado. As pessoas que nunca virão ao Canadá estão apenas usando o nosso mercado imobiliário como um lugar para aplicar o seu dinheiro. Isto é injusto e está causando pressão.

Por isso pedimos que ele fosse congelado por alguns anos (sem colocar um imposto de 1% como o do Sr. Trudeau, para realmente congelar isso). Simultaneamente, pedimos pelo aumento da oferta, trabalhando com as províncias e municípios, por meio de incentivos de Programas Federais. (…) Associaremos isso a um fornecimento mais rápido para atendermos à incrível demanda. Além disso, queremos ver mais acesso para aqueles que estão comprando casas pela primeira vez.

Estou muito orgulhoso. Na verdade, os conservadores têm sido realmente o único partido a apresentar ideias inovadoras. Ideias para aumentar a oferta e para reduzir as pressões sobre os preços. A longo prazo, para que a próxima geração não tenha que abrir mão da forte classe média, cartão de entrada para se ter casa própria.

6. Todos nós queremos viajar para visitar amigos, parentes ou apenas para relaxar. O que você acha que o governo deve fazer para facilitar essas viagens, ao mesmo tempo que mantém um ambiente saudável e seguro?

Erin O’Toole – Obrigado, Raoul (Raoul Dudnic, da TV romena no OMNI Toronto). Se o governo Trudeau tivesse nos ouvido e apresentado ideias inteligentes e estratégicas, certamente, estaríamos agora, em uma situação muito melhor em termos de viagens e turismo.

No outono passado, o programa conservador investiu no apoio às nossas companhias aéreas, com alguma assistência em empréstimos. Uma condição era a de que não tivessem dividendos ou bônus executivos. Outra, que empregos e rotas regionais fossem garantidos. Precisamos ter certeza de que nossas companhias aéreas, especialmente nossas transportadoras internacionais, sejam capazes de sobreviver e competir, porque isso dá opções às pessoas. Claro, não apenas por viajar, mas para visitarem as famílisa e se reconectarem.

Por mais de um ano temos pressionado o Sr. Trudeau pela liderança federal na triagem e testes rápidos em nossos aeroportos. (…) Porque tem havido uma abordagem injusta e pouco segura com relação à quarentena. E quando há riscos para a entrada uma determinada variante, o governo tem que ser muito mais ágil na interrupção temporária de vôos. Mas, também, deve ter uma abordagem mais justa, nos casos de quarentena, nas casas das pessoas. Ao chegarem ao Canadá, cidadãos ou residentes permanentes podem ter o período de quarentena facilmente verificados por funcionários da Saúde Pública e outros. Portanto, temos que aprender com os erros cometidos pelo Governo Liberal, no último ano. Um pouco, esse é o meu compromisso. Esse é o quarto pilar do nosso plano de recuperação:nunca fique despreparado para uma nova crise.

7. Você se comprometeu a ajudar as pequenas empresas. As ações serão dedicadas apenas às empresas mais atingidas pela Covid-19? Ou você está, realmente, planejando usar esta oportunidade para desenvolver uma área específica da economia do Canadá?

Erin O’Toole – Obrigado, Pavel (Pavel Gebski, do Jornal Polonês GTA e da Rádio Polonesa 7). Ótima pergunta, porque falo muito sobre os mais afetados. Acho que uma das áreas em que o governo tem sido lento e confuso é quanto ao subsídio salarial. Porque muito do aluguel e outros subsídios foram programados há mais de um ano. Algumas empresas não precisam e têm obtido lucros recordes. Mas, nesses programas mais amplos, devemos nos concentrar naqueles que são realmente eficazes e têm dificuldades. Assim, podemos visar áreas da economia que precisam crescer. Acho que estamos analisando algumas medidas fiscais que encorajariam o investimento em GreenTech e assim, expandir as empresas de tecnologia no Canadá.

(…) Conforme eu disse antes, sentimos que a recuperação e os melhores dias que temos pela frente são baseados em pessoas trabalhando. Isso, significa ter pessoas produtivas. Pessoas iniciando ou ampliando seus pequenos negócios e trabalhando duro em qualquer coisa que façam. Isso, em oposição a torná-las sérvas permanentes, bem como em dificultar que pequenas empresas encontrem funcionários. Agora com o Sr. Trudeau, gastamos o máximo do G7 na resposta econômica. Ainda assim, temos uma das taxas de desemprego mais altas. Temos buracos enormes, com escassez de postos de trabalho em nossa economia, em grande parte causados ​​por programas governamentais. Portanto, vamos lutar por todas as pequenas e médias empresas e também, pela geração de mais empregos.

8. O RCMP tem investigado um carregamento de patógenos mortais enviado para a China pelo Laboratório Nacional de Microbiologia de Winnipeg. Nos últimos 2 anos, nenhuma acusação foi feita neste cenário. Quais são seus comentários sobre isso?

Erin O’Toole – Obrigado, Nitin (Nitin Chopra, da Prime Asia TV). Este escândalo do laboratório de Winnipeg deveria preocupar os canadenses. Mas, este é outro disfarce liberal. Desprezando o governo Trudeau, pela primeira vez em cem anos, o Parlamento levou, na semana passada, um funcionário da saúde pública ao plenário da Câmara dos Comuns. Lá, foram exigidos documentos que explicassem o que tinha acontecido com os cientistas, que tinham fortes laços com os militares na China. Na verdade, em 2019, foi documentado que eles enviaram amostras de vírus perigosos (Ebola, sendo um deles) de nossa instalação secreta de pesquisa, em Winnipeg, para o Instituto de Virologia de Wuhan.

Isso é algo que eu acho que incomodaria os canadenses. Principalmente, quando o mundo está buscando as origens do coronavírus. Foi a transmissão de animal para humano? Foi um vazamento acidental? É isso que o governo Biden está investigando. O governo Trudeau não responde a perguntas sobre os dois cientistas, que eles despediram e expulsaram da instituição de pesquisa. Eles não confirmaram nem onde estão, nem o seu status. O Trudeau espera que os canadenses não estejam prestando atenção. Mas, quero que os canadenses saibam que sempre colocaremos nossa segurança e interesses nacionais em primeiro lugar. Seremos transparentes e limparemos um pouco dessa bagunça de corrupção em Ottawa, causada pelos liberais de Trudeau.

9. Já falamos sobre o veto a juízes pelos liberais, antes de eles serem nomeados. Você vai reverter essas decisões, se chegar ao poder, ou interromper essa prática é tarde?

Erin O’Toole – Obrigado, Bala. (Bala Menon, do Weekly Voice). (…) Antes de tudo, acho que o juiz Jamal, que acabou de ser nomeado para a Suprema Corte do Canadá, foi uma seleção notável. Porque a Suprema Corte do Canadá tem que estar além do processo normal de nomeação. Como advogado, acompanhei essa nomeação e então, acho que foi positiva. Além de especialista constitucional, será a primeira pessoa negra a participar da Suprema Corte do Canadá. E eu acho isso excelente.

Para as nomeações do tribunal inferior e do Judiciário, os liberais admitiram que elas foram feitas por meio de algo chamado lista liberal. Mas, o que é lista liberal? Bem, a lista liberal é o sistema de rastreamento deles. Ou seja, por ela, eles podem rastrear quem pode ter doado para o Partido Liberal e também, quem pode tê-los apoiado. Mas, muitos canadenses deveriam estar se perguntando por que a pessoa “x” está concorrendo para nossos tribunais ou para outras nomeações, por meio dessa lista liberal.

Hoje mesmo, eu perguntei ao Sr. Trudeau, na Câmara dos Comuns, sobre o uso, pelo seu governo, de centenas de milhares de dólares do dinheiro dos contribuintes. Isso, para pagar um de seus melhores amigos, que administra uma lista liberal. Mas veja bem, você não pode usar o dinheiro do contribuinte para fazer a sua eleição ou o seu plano eleitoral. Então, Sr. Trudeau, essa é outra pergunta.

(…) Não sabemos o que eles estão fazendo nessa lista liberal. Mas, realmente, as pessoas deveriam se preocupar. Por que parece que há uma lista para os liberais e uma lista para todos os outros.

10. Se o ataque em London, Ontario, é considerado terrorismo, o que isso significa para o resto do país, no futuro?

Erin O’Toole – Obrigado, Joanna (Joanna Leal, do MDC Media Group). Acho que os indícios preliminares mostram tragicamente, que se tratou de um ataque terrorista. Algo motivado pelo ódio. Algo em que as pessoas fossem visadas por quem eram por causa de sua fé, por causa de como eles estavam vestidos. Isso precisa ter as mais altas sanções, sanções criminais, incluindo disposições terroristas anexadas a ele. Infelizmente, já vimos crimes temporários baseados no terrorismo, no passado. Assim, temos de lançar contra essa conduta, as medidas mais rígidas de nosso sistema de justiça criminal. Porque isso é totalmente contrário a quem somos como canadenses.

Se você veio para cá há três meses ou há três gerações, não importa. Como também não importa quem você é, qual é a sua formação e qual é a sua fé. Na verdade, você nunca deve ter medo de caminhar em uma noite de domingo, com sua família. Esse ataque foi tão horrível, (…) realmente atingiu o alvo. E então, temos que enviar a mensagem clara de intimidação ao terrorismo, que deve ter justiça rápida.

11. A maioria dos canadenses acredita que o governo não forneceu uma resposta adequada ao Covid-19. O que você faria de diferente, caso fosse o primeiro-ministro?

Erin O’Toole – Obrigado, Remy (Remy Botros, da Oxygen Media). A diferença entre mim e o Sr. Trudeau, é que ele anunciou algo e nunca cumpriu. Não sou uma celebridade como ele. Sou apenas, um garoto do subúrbio de Toronto. Mas, tenho experiência: fui militar, estive no setor privado, fui ministro. Então, não serei apenas o líder de algum desafio que o país enfrenta. Eu vou entregar o que eu anuncio: vacinas de teste rápido (…), reconciliação, corrigindo e reduzindo as lacunas do nosso sistema de imigração.

Você não pode anunciar algo e nunca seguir adiante. Isso é o que o Sr. Trudeau faz. Então, na Covid, precisamos ter certeza de que estamos mais rápidos na fronteira (…), com triagens e testes rápidos, que nos permitam permanecer abertos. Vamos deixar as crianças irem para a escola com mais facilidade, como tantos outros países. Precisamos de vacinação e medicina crítica aqui no Canadá.

O quarto pilar do nosso plano de recuperação de cinco pontos, é a segurança do nosso país. Somos um país do G7 e portanto, não deveríamos depender de outras partes do mundo, durante uma crise. Assim sendo, vou garantir que aprendamos as lições e coloquemos a saúde e o bem-estar dos canadenses em primeiro lugar.

12. A pergunta é sobre o Sr. Trudeau (…) qual o seu alinhamento junto aos líderes de outras nações?

Erin O’Toole – Obrigado, Andy (Andy Cheung, da AM1320). Eu não acho que o Sr. Trudeau seja levado a sério no cenário mundial. No G7, éramos o único país, que fazia uso das vacinas destinadas aos países em desenvolvimento, porque ele não tinha programa próprio do Canadá. Além disso, fomos o único país, cuja decisão com relação à Huawei na infraestrutura R 5G, não foi clara.

(…) Precisamos reparar muitos relacionamentos. Porque vimos o relacionamento com a Índia declinar e com a Itália e outros países, diminuir. Certamente, o Canadá tem voz como nação do G7, (…) e como parceiro comercial e de segurança mais próximo dos Estados Unidos. Mas, essa voz está lá, apenas quando for levada a sério e apenas onde pudermos desempenhar um papel em nosso interesse. Então, um Primeiro Ministro experiente que serviu uniformizado e trabalhou em negócios internacionais, antes da política, é o que precisamos para assim, garantirmos que o Canadá seja levado a sério no G7, na OTAN e nas Nações Unidas. Consertar nossa reputação global será o nosso objetivo.

Erin O´Toole, líder do Partido Conservador do Canadá, fez suas considerações finais

(…) Hoje, sou um otimista. Isso, porque acredito que os melhores dias do Canadá podem estar à nossa frente: se tivermos liderança, se tivermos um plano, se aprendermos as lições da Covid. E para mim, temos desafios. (…) Pois o Canadá é um país com tremendas oportunidades de reconciliação, justiça, lutas contra islamofobia, intolerância e outros. Assim, temos muito trabalho a fazer. (…) Acima de tudo, vamos canalizar o trabalho para construirmos um país ainda melhor, mais eqüitativo, atingindo os valores que todos partilhamos. (…)


VOCÊ PODE VOTAR, NO CANADÁ? Deixe aqui (no final da página) sugestões de ações que você gostaria que o Governo do Canadá implementasse.