Hamilton, Ontario, atrai cada vez mais estudantes brasileiros de intercâmbio

0
101

Por Fátima Mesquita

Estudar no Canadá. Além do aprendizado do inglês

Dentre as preferências brasileiras em termos de estudo, a prioridade continua sendo o aprendizado do inglês, com uma queda na procura por intercâmbio de ensino médio e um crescimento significativo na demanda por certificações profissionais tipo college, cursos de graduação e programas de mestrado e doutorado.

Isto faz sentido dos dois lados. Numa ponta, as pessoas querem se diferenciar no mercado de trabalho brasileiro. Na outra, o Canadá conta com nove universidades entre as top 200 do mundo, segundo o prestigiado ranking da Times Higher Education em sua versão de 2019.

Para coroar, dependendo do curso, o Canadá permite que o estudante estrangeiro trabalhe até 20 horas por semana. E, após a conclusão, há ainda a possibilidade de se obter uma permissão especial para permanecer no país que, aliás, tem a maior taxa de imigração per capita do mundo. Mas que cidade escolher?

Apesar de ser um país bilíngue, a procura dos brasileiros por cursos de idioma no Canadá é dominada pelo inglês, que garante 80% do mercado, com destaque para as cidades de Toronto e Vancouver. Já para os 20% interessados no francês, os destinos preferidos são Montreal — disparado na frente — e depois Quebec City. Porém, aos poucos os brasileiros tem descoberto uma opção interessante: a cidade de Hamilton.

UM SEGREDO REVELADO: A CIDADE DE HAMILTON

A apenas 68 km de Toronto, Hamilton é um município de médio porte, com pouco menos de 550 mil habitantes. Por abrigar a McMaster – a 4ª melhor universidade do país e a 77ª melhor do mundo – e ainda o respeitado Mohawk College, a cidade tem um clima internacional, inteligente e agitado com um calendário cheio de festivais, eventos culturais e esportivos (os jogos de futebol do Pan rolaram por lá!).

Além disso, Hamilton, que tem um passado industrial muito forte, é muito verde. A cidade divide com sua vizinha, Burlington, um enorme e belo jardim botânico, o Royal Botanical Gardens. E oferece oportunidades incríveis de se ver cervos ao ar livre num cantinho chamado Paradise Cootes, bem próximo do campus central da universidade, em especial durante o inverno.

Situada entre o lago Ontário e o Niagara Escarpment, Hamilton oferece mais de 100 cachoeiras abertas para visitação e belas trilhas para caminhadas com diferentes níveis de dificuldades. Está ainda a poucos quilômetros de distância de Niagara Falls e toda área produtora de vinho.

Outros destaques importantes são a sua incrível rede de hospitais e médicos, alimentada em especial pela escola de medicina da McMaster, e a diversidade da sua população. Afinal de contas, não é em qualquer lugar do Canadá que se pode matar a saudade de casa saindo para comprar quibe, coxinha, azeite de dendê, farofa, chuchu, quiabo e pão de queijo congelado… 

E o melhor: tudo isto com um custo de vida bem mais em conta que o das grandes cidades do país.