Cartório Mais em Toronto

0
1112

Cartório chega para facilitar acesso a certidões e documentos a imigrantes brasileiros.

Certidões de Nascimento ou de Antecedentes Criminais. Minuta de Procuração ou Tradução Juramentada. A rede possui mais de 300 serviços de intermediação cartorária e facilidades jurídicas, que além de tempo economizam seu dinheiro.

Informe Publicitário
A advogada Lara Merjane, diretora do Cartório Mais em Toronto.
A advogada Lara Merjane, diretora do Cartório Mais em Toronto.

A Cartório Mais é uma rede espalhada em 250 cidades do Brasil e do mundo. Atualmente em crescente expansão, também chegou ao Canadá e tem facilitado a vida de brasileiros que escolheram Toronto como segunda casa. Assim, por meio de um portfólio que envolve mais 300 serviços de intermediação cartorária, facilidades e assessoria jurídica, a empresa pode resolver situações e pendências burocráticas, e tem sido uma opção para aqueles que além de tempo, também querem economizar dinheiro.

Conforme a diretora da Cartório Mais de Toronto, a advogada Lara Merjane, a rede pode localizar e transportar documentos em até cinco dias. “Realizamos todos os trâmites para fazer a segunda via ou atualização da Certidão de Nascimento, por exemplo. E, caso o cliente já saiba onde foi registrado, o procedimento é muito simples, basta enviar os dados da certidão anterior para que receba seu documento atualizado”, explica.

Outro tipo de certidão indispensável nos processos imigratórios, e que a Cartório Mais pode ajudar seu acesso, é a Certidão de Antecedentes Criminais. “Este documento é muito importante porque garante a idoneidade do cliente durante sua vida pregressa no Brasil”, esclarece Lara Merjane.

Para brasileiros que estão sem tempo ou não moram em Toronto, mas precisam dos serviços do Consulado na cidade, a Cartório Mais pode tornar tudo mais fácil, como: legalização consular, reconhecimento de firma por semelhança, autenticação de cópias, inscrição no CPF, preenchimento de formulários, passaporte, visto brasileiro para estrangeiros, CNH legalizada e traduzida pelo Consulado. “Nos serviços de passaporte e visto, é necessário que a pessoa vá ao Consulado para assinar e buscar”, alerta Lara Merjane.

Consultoria jurídica

Agora, se um brasileiro teve filhos no Canadá e está confuso sobre a forma como deve registrá-lo, a Cartório Mais pode assessorá-lo e ajudá-lo com seus serviços múltiplos.Nestes casos a criança deve ser registrada no Consulado Brasileiro e depois a Cartório Mais pode fazer o registro no Brasil”, diz Lara Merjane.

Já para brasileiros que não possuem residência fixa no Brasil, a empresária esclarece que o registro deve ser feito no 1º Cartório de Registro de Pessoas Naturais do Distrito Federal, o que é um pouco mais complicado.  “Apenas após esse trâmite, filhos de brasileiros são considerados também brasileiros natos. A Cartório Mais faz tudo isso para seus clientes”, garante a diretora.

E, naturalmente, como muitos brasileiros casam e se divorciam no exterior, a Cartório Mais se tornou ainda especialista em fazer a Homologação e Averbação de Divórcio impedindo, assim, complicações jurídicas aos imigrantes.

“Quando a pessoa muda o estado civil e não faz este tipo de homologação pode ser acusada de falsidade ideológica por omitir ou fornecer informação falsa em documento público, o que caracteriza crime com pena de até cinco anos de reclusão”, informa Lara Merjane, completando ainda que, sem esta documentação também não é possível casar novamente, sob pena de bigamia. Neste caso, a reclusão é ainda mais séria e pode chegar a até seis anos.

Segurança

Como o sabido, muita gente sai do seu país de origem deixando uma série de pendências. Seja contas abertas e financiamentos em bancos, ou imóveis, empresas e até ações judiciais. Para resolver tudo isso é preciso da ajuda de alguém de confiança no Brasil, que por sua vez, para resolver todas as pendências vai precisar da chamada Minuta de Procuração.

Mas, para realizá-la, é preciso todo um processo, que se inicia com o envio da procuração pública, emitida pelo Consulado Brasileiro, dando poderes para a pessoa escolhida a resolver as questões do cliente em seu país de origem. E, como o Consulado Brasileiro não preenche os poderes da procuração, é o próprio cliente quem deve enviá-la já preenchida para autenticação.

“Com nossa empresa não será preciso perder tempo com tanta burocracia, já que preparamos para o cliente a minuta junto a todos poderes necessários”, explica a empresáriaJá que a tradução de documentos é algo que também ocupa diversos momentos de quem escolheu morar no exterior (seja no processo de imigração ou para estudar em colleges e universidades), os serviços de Tradução Juramentada de qualquer documento também estão no portfólio da Cartório Mais. “Nossos serviços economizam tempo e dinheiro. Queremos deixar a vida dos imigrantes brasileiros com a mínima burocracia possível”, assegura Lara Merjane.

Serviço