Conheça Bella Coola, na Colúmbia Britânica

Já pensou em ir para um lugar conhecer os ursos pardos de perto? Esse vale na Columbia Britânica é o local perfeito para isso

0
53
Ursos pardos vistos em Bella Coola, Columbia Britânica. (Foto: Maria Fernanda Faria / Arquivo pessoal)

Ursos pardos são uma grande atração

“Eu estava tomando café da manhã na hospedagem em que ficamos quando vi um grizzly bear (urso pardo, em português) passar atrás de mim”, conta Maria Fernanda Faria, 32 anos, carioca que reside no Canadá desde 2011. Essa experiência incrível foi vivenciada por ela em Bella Coola, uma comunidade situada na floresta Great Bear, na Costa Central da Colúmbia Britânica. Maria mora em Vancouver, mas adora se aventurar por diversas partes de BC e do Canadá. Por já ter trabalhado em uma agência de viagens, teve a oportunidade de conhecer destinos diversos, muitos ainda desconhecidos dos brasileiros, como Bella Coola.

Com cerca de apenas 2 mil habitantes em todo o vale em que a comunidade está inserida, o local é uma moradia também de ursos pardos, que são, então, uma grande atração. “Inclusive, um dos dois ursos que vivem no refúgio de Grouse Mountain, em Vancouver, chama-se Coola porque foi resgatado lá”, explica Maria Fernanda. Guias fazem passeios por trilhas, onde mostram pegadas e outros rastros de animais, e possibilitam que turistas observem a vida selvagem em seu habitat natural – que incluem lontras, lobos, cabras das montanhas entre outros. Também é possível ir de barco pelas águas da região para tentar avistar os ursos nas margens e ir até uma plataforma elevada para vê-los pescar salmão no rio Atnarko.

Atividades

Via Ferrata possibilita experienciar a escalada com segurança. (Foto: Maria Fernanda Faria / Arquivo pessoal)

Além da observação de animais silvestres, Bella Coola conta com diversas outras atrações, como nadar no rio entre salmões, observação de pássaros, ver a vista de um mirante, fazer trilhas de bicicleta, passeios de helicóptero e pesca. Para quem gosta de escalada, Maria Fernanda recomenda a Via Ferrata, que é um conjunto de estruturas – degraus, cordas e apoios – que permite a qualquer pessoa subir nos penhascos, mesmo sem preparo físico ou habilidade específica. “Fiz rapel e escalada com todo o equipamento de segurança necessário para isso. A paisagem é incrível”, conta.

As atrações ainda incluem um tour por pontos que mostram um pouco a história do povo indígena Nuxalk, que foram os primeiros habitantes da região. Um desses locais são os Jardins Petroglyph, que estima-se ter entre 5 mil a 10 mil anos de existência. Também é possível ver totens e um espaço com gravuras rupestres, além de conhecer a arte em madeira e pintura nas galerias e no museu. No inverno, o local é um ponto de esqui.

Acesso e hospedagens

É possível chegar até Bella Coola por aviões específicos que fazem a viagem de Vancouver para lá, levando cerca de uma hora. De carro, são aproximadamente mil quilômetros de estrada, que conta com trechos de terra, subidas e descidas. Lá, são diversas as opções de hospedagem: chalés, cabanas, áreas de acampamento, locais para trailers, pequenos hotéis e motéis, pousadas e bed & breakfasts. Algumas delas contam com atrações próprias de passeios e atividades, e grande parte já oferece refeição inclusa.

Segurança

Muitas hospedagens locais oferecem guias e atividades em que conseguem ter um maior controle da segurança durante os passeios, mas é importante alertar que trata-se de uma experiência de contato com a vida selvagem. Então, é imprescindível respeitar os protocolos locais e se informar sobre formas de evitar ou lidar com eventuais perigos. O site Wild Safe BC oferece informações tanto sobre as espécies animais da província quanto sobre como se manter seguro em um possível encontro com alguma delas.

Tomadas as devidas precauções, esta é uma oportunidade incrível de ver de perto bichos que não são encontrados no Brasil, em seus locais naturais. A vegetação, a vista e as experiências de atividades ao ar livre completam o passeio nesta pequena comunidade nas montanhas da Colúmbia Britânica.

Maria Fernanda em frente à plataforma de observação de vida selvagem. (Foto: Maria Fernanda Faria / Arquivo pessoal)

Dicas da Maria Fernanda

Maria Fernanda compartilha um pouco das suas sugestões para a viagem a Bella Colla:

  • Se a ideia é ver os animais, não vá no inverno, pois é a época em que os ursos estão hibernando
  • A viagem de avião, além de ser relativamente rápido de chegar (cerca de uma hora de Vancouver), oferece uma vista incrível das montanhas e do vale
  • A Via Ferrata é um local de escalada que possibilita a experiência até para crianças e idosos
  • Em cerca de 4 dias é possível fazer diversos passeios e conhecer o local

Para saber mais: