Consulado do Brasil em Toronto recebe doação de purificador de água para Brumadinho

0
108

Por Press Release

O Consulado-Geral do Brasil em Toronto recebeu nesta segunda-feira (25), através da cônsul-geral, embaixadora Ana Lélia Benincá Beltrame, e do cônsul-geral adjunto e chefe do Setor de Promoção Comercial e Turismo, ministro Ademar Seabra da Cruz Junior, a doação de um purificador de água para a região de Brumadinho, feita pelo Grupo de Inovação de Peterborough e Região dos Lagos Kawartha.

O Grupo esteve representado por seu presidente e CEO, Michael Skinner, e pelo especialista em inovação em tecnologias limpas, John Gillis, que estiveram acompanhados pelo presidente do comitê de Ciência, Tecnologia e Inovação da Câmara de Comércio Brasil-Canadá (do Canadá), Marcelo Sarkis, que é um associado do Grupo.

A tecnologia inovadora do filtro consiste no seu baixo custo e por trabalhar com baixa pressão de água e sem eletricidade, funcionando pela força da gravidade. Pesando apenas 20 quilogramas e tendo somente 1,20 metro de altura, é capaz de purificar 12 mil litros de água por dia, o suficiente para atender 240 famílias, estimando-se um consumo médio de 50 litros diários cada uma.

Produzido na Austrália pela Sky Hydro, empresa com 30 anos que faz parte da Siemens Water Technology, o filtro está presente no mundo inteiro, especialmente em áreas que passaram por desastres ambientais como a África e o Haiti. O Grupo de Inovação canadense decidiu, então, dentro do propósito do Canadá de oferecer ajuda internacional, doar o equipamento de seu cliente australiano para auxiliar as comunidades do entorno de Brumadinho (MG), onde o rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, em 25 de janeiro, deixou pelo menos 182 mortos e 100 desaparecidos, além da destruição de casas, propriedades rurais e estradas e de danos ambientais como a contaminação da água do rio Paraopeba por toneladas de rejeitos minerais. Os municípios da região, portanto, lutam para obter água potável.

“Eu vi as reportagens sobre o rompimento da barragem e senti que devia fazer algo. Pensei no interesse em tecnologia de água que possui o Grupo de Inovação e fiz contatos com o seu presidente, com o Consulado do Brasil em Toronto e com a Câmara de Comércio Brasil-Canadá”, disse Sarkis. “Queríamos saber como ajudar nesse desastre e o acesso do Grupo de Inovação à tecnologia de purificação de água foi a resposta que buscávamos”, afirmou o presidente do Grupo.

A embaixadora Ana Lélia e o ministro Ademar agradeceram a doação. “Este é um grande gesto do Canadá. Estamos gratos ao Grupo de Inovação e à Câmara de Comércio Brasil-Canadá pela iniciativa. O Brasil e a população dos arredores de Brumadinho não esquecerão da prontidão de solidariedade internacional de Peterborough”, concluíram.

DEIXE SUA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui