Entrevista – Dolores Gontijo

Promotora cultural e representante do  Conselho de Cidadania em Toronto compartilha a programação de eventos brasileiros para o mes de setembro.

84

Enfermeira no Brasil, Dolores deixou de lado a sua profissão para enfrentar o desafio de viver no Canadá. Depois de diversas ocupações, ela foi convidada por uma rádio portuguesa para produzir e apresentar dois programas: Poemas e Canções e o Diáspora Brasileira. E assim, durante dois anos, Dolores teve a oportunidade de promover a cultura brasileira no Canadá. Hoje, ela continua envolvida com projetos relacionados com a comunidade, e faz parte do Conselho de Cidadania em Toronto.

Dolore Gontijo com Cristina Pozzi e Arnon Melo.

Wave: Dolores, você faz parte do grupo que esta preparando a II Semana do Brasil em Toronto. Fale um pouco sobre o evento.
Dolores:  A II Semana do Brasil em Toronto acontecerá no City Hall entre os dias 1o e 9 de setembro. Será uma exposição de artes plásticas, esculturas e fotografias no hall de entrada. Para tanto, esperamos a adesão dos artistas brasileiros residentes no Canadá que queiram expor seus quadros, esculturas ou fotografias.  As inscrições para participar da amostra de artes em setembro já estão abertas. Envie-nos um e-mail para info@concidtoronto.org e receberá todas as informações.

Wave: E o que teremos para as comemorações da independência do Brasil?
Dolores:  No dia 7 de setembro às 16h teremos o hasteamento da bandeira, como acontece há mais de 10 anos, graças ao apoio, no início do MP Mario Silva e atualmente de Ana Bailão, vereadora e vice-prefeita de Toronto. Logo após, no hall interno, teremos um coquetel com a música por conta da Luanda Jones. Na oportunidade, serão homenageadas pessoas de destaque de nossa comunidade. O evento está sendo organizado pela mesa de cultura do CONCID Toronto.

Wave: O que falta para uma maior visibilidade de nossa comunidade?
Dolores:  Todos esses anos em que vivo aqui me deram a oportunidade de observar um pouco a nossa comunidade. Infelizmente, o que me chama a atenção é a falta de união. As pessoas têm muita dificuldade em trabalhar juntas, pelo mesmo objetivo. Há sempre um desrespeito sobre o trabalho alheio. Sei que isso não acontece apenas no Canadá. Conversando com brasileiros que vivem em diferentes países, a impressão deles é sempre a mesma, parece ser cultural essa dificuldade. Tenho procurado incentivar a união entre grupos para que os eventos sejam mais participativos. Gosto de ver parcerias que antes pareciam impensadas e sinto-me feliz quando vejo o resultado positivo.

Wave: O Conselho de Cidadania em Toronto, do qual você faz parte, tem promovido vários eventos. O último, realizado no dia 17 de maio, conseguiu lotar os dois salões do Members Lounge do City Hall. Quais são os próximos projetos do CONCID Toronto para a comunidade?
Dolores:  O nosso foco atual é a organização do evento de setembro. Como você mesmo disse, este ano já aconteceu em maio o evento organizado pela mesa de empreendedorismo do Conselho, em parceria com a vereadora Ana Bailão. Ainda este ano, iremos participar da 26, que acontece em outubro, organizada principalmente pelo consulado da Colômbia, visando informar às comunidades latino-americanas, incluindo a brasileira, sobre a saúde no Canadá. Sobre o Conselho de Cidadania, ele foi eleito em 2017 para uma gestão de 2 anos. Todos os integrantes são voluntários. O Conselho não recebe nenhuma verba ou patrocínio, não tem sede e as reuniões acontecem a cada 3 meses em locais públicos ou em casa de algum membro. E seus eventos são patrocinados pela comunidade. Participe!