Halifax – capital da Nova Escócia

Série - As capitais do Canadá Por Christian Pedersen

0
54
A capital foi classificada pela revista MoneySense como o quarto melhor lugar para se viver no Canadá em 2012 e em segundo entre as "grandes cidades do futuro
Halifax é rica em iguarias do mar e foi classificada pela revista MoneySense como o quarto melhor lugar para se viver no Canadá (2012) e em segundo entre as “grandes cidades do futuro.

Do mar, riquezas

Apesar de muita gente achar que o Canadá é apenas Toronto, Montreal e Vancouver, o país é uma federação composta por dez províncias e três territórios, ou seja, além da capital nacional Ottawa, temos 13 capitais que muita gente nem sabe que existem ou desconhecem até que certas cidades são capitais. Aliás, muita gente não se liga que Toronto é a capital de Ontário e que Montreal não é capital de Quebec, assim como Vancouver não é a capital de Columbia Britânica.

Foi pensando nessas capitais que a Brazilian Wave apresentará nas próximas edições uma série sobre as Capitais do Canadá.

A primeira delas é uma cidade que fica mais próxima de Dublin, na Irlanda, do que Victória, a capital de Columbia Britânica – Halifax, a capital da Nova Escócia.

É uma longa história que não caberia nesta coluna, mas antes da Vila de Halifax ter sido fundada pelos ingleses em 1749, onde é hoje a província da Nova Escócia, ali perto existia uma outra capital, Annapolis Royal (hoje Port Royal), que fazia parte da colônia francesa Acadia fundada pelo lendário Samuel de Champlain em 1605. O nome da vila, fundada por Edward Cornwallis, foi em homenagem a George Montagu-Dunk, o 2º Conde de Halifax, que ficou conhecido como “pai das colônias” por ajudar no fomento do comércio entre o Reino Unido e a América do Norte.

Por sua localização geográfica e pelo seu estuário, Halifax se tornou um dos principais portos do Canadá.
Por sua localização geográfica e pelo seu estuário, Halifax se tornou um dos principais portos do Canadá.

Assim como a Ellis Island, em Nova York, nos Estados Unidos, e Santos, no Brasil, Halifax foi o local de chegada de muitos imigrantes ao país entre as décadas de 1930 e 1950. É lá que hoje fica o Canadian Museum of Immigration at Pier 21, que inclusive agora possui um documento sobre os 30 anos da imigração brasileira em terras canadenses.

A propósito, Halifax tem uma forte conexão com o naufrágio do Titanic, já que o transatlântico afundou perto de sua costa. Há um museu permanente sobre o navio dentro do Maritime Museum of the Atlantic, inclusive algumas vítimas do naufrágio estão enterradas na cidade.

Uma das grandes cidades do futuro

Com mais de 400 mil habitantes, Halifax abriga a maior população a leste de Quebec City. A capital foi classificada pela revista MoneySense como o quarto melhor lugar para se viver no Canadá em 2012 e em segundo entre as “grandes cidades do futuro”. ambos conduzidos pela revista fDi para cidades da América do Norte e do Sul.

Falando em viver, o preço médio de venda de uma casa em Halifax em 2011 foi de CAN$ 259.600 – um dos mais baixos do país.

Continuando com os números, a cidade possui seis universidades: Dalhousie University, Mount Saint Vincent University, Saint Mary’s University, Nova Scotia College of Art e Design, Nova Scotia Community College e The Atlantic School of Theology. Existem 81 alunos no ensino médio por 1.000 pessoas, três vezes a média nacional.

Brasil em Halifax
A cidade possui um Cônsul-Honorário do Brasil, apesar de fazer parte da jurisdição do Consulado-Geral do Brasil em Montreal:
José Carlos Pena Vila
1, Ridgewood Court
Dartmouth, Nova Scotia, Canada – B2W 6E5
Tel. (902) 462-0714, (902) 462-0714
E-mail: dvila@ns.sympatico.ca

DEIXE SUA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui