Instituto Inhotim

0
10

Preciosidade brasileira a céu aberto!

Por Flávia Berredo de Menezes

 

O maior centro cultural de arte ao ar livre do mundo reúne grandes instalações de artistas brasileiros e internacionais em um luxuoso Jardim Botânico em Minas Gerais.

“Um dos 40 lugares mais fantásticos do mundo a serem visitados” é assim que a revista britânica Wallpaper considera o Instituto Inhotim, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP instituição sem fins lucrativos, destinada à conservar, expor e produzir trabalhos contemporâneos de arte e que também desenvolve ações educativas e sociais.

O museu que possui uma área de 110 hectares e está situado no município de Brumadinho a 60 km de Belo Horizonte, foi fundado em 2002 pelo engenheiro milionário do setor de mineração Bernardo de Mello Paz (63), que investiu US$ 240 milhões de seu bolso em um estonteante império com cerca de 500 obras de mais de 100 artistas de 30 diferentes nacionalidades. Uma surpresa a cada passo em seu majestoso jardim para os mais de 250 mil visitantes anuais que contemplam as expressões artísticas mais imponentes da atualidade.

O centro cultural é caracterizado por oferecer um grande conjunto de obras de arte expostas a céu aberto e em galerias temporárias e permanentes como o espaço da pintora carioca Adriana Varejão. Ex-mulher do mecenas Bernardo Paz, Adriana é a artista brasileira mais valorizada do planeta e autora de Celacanto Provoca Maremoto, um majestoso painel que remete o estilo português de azulejos e que, de forma impetuosa, transmite a ondulação do mar. O espaço miscelânico também abarca inúmeras outras obras de vários outros mestres da arte moderna, motivo preponderante o qual levou Guy Trebay, colunista do prestigioso suplemento Travel do New York Times exclamar em 2009: “Na zona rural de uma cidadezinha no sudeste do Brasil, uma nova maravilha mundial está tomando forma: um estonteante santuário de arte contemporânea”, uma honra a todos os brasileiros que mantém em Inhotim um amplo leque cultural no país, sendo referência número 1 entre espaços de usufruto estético e de entretenimento no mundo.

Tendo como influência inicial do arquiteto-paisagista Roberto Burle Marx (1909-1994), o jardim do museu abrange numerosas espécies vegetais raras, dispostas de forma harmoniosa, em um terreno que conta com cinco lagos e reserva de mata preservada. Beleza rara que cada vez mais é expandida! No último dia 6 de setembro foi inaugurado dois novos pavilhões, além de uma série de novas obras como o cortês Tteia. Nº1. C. da carioca Lygia Pape (1927-2004), uma criação geométrica disposta em fios dourados que se entrepõe a feixes de luzes. Nos jardins outras duas instalações inéditas, o Vegetation Room, um labirinto com algumas notas de texturas vegetais o qual evidencia o exterior espelhado invenção que a artista espanhola Cristiana Iglesias construiu para camuflar a arte na mata, além da galeria mais aguardada do ano dedicada ao renomado escultor e desenhista pernambucano Tunga, a qual abriga oito das obras mais relevantes do artista – expostas em vários museus de Nova York e no Louvre em Paris – em um prédio de 2600 m2 em uma floresta tropical planejada.

Inhotim também desenvolve pesquisas na área ambiental, ações educativas e um significativo programa de inclusão e cidadania para a população do seu entorno. Criado em dezembro de 2010, o programa “Inhotim para Todos” já recebeu mais de 16 mil visitantes e tem sua meta ampliada anualmente. Ao responder por uma das ações de responsabilidade social do Instituto, são oferecidos cursos para todas as idades e benefícios como visitas gratuitas de terça a domingo, mediante agendamento prévio e preenchimento de formulário anexado à lista com nome e idade dos visitantes. Vale a pena conferir de perto o universo cultural compilado no museu!

Mais informações

  • Site: inhotim.org.br
  • E-mail: info@inhotim.org.br
  • Endereço: Rua B, nº 20, Inhotim, Brumadinho, MG, Brasil 35460-000
  • Telefone: +55 31 3571.9700
  • Horário de funcionamento: Terça a Sexta 9:30 às 16:30. / Aos Sábados, Domingos e feriados de 9:30 às 17:30
  • Valor dos ingressos: a partir de R$20 (Idosos e crianças pagam meia entrada). / Entrada gratuita às terças feiras.