Meu Canadá #4 – Larisa Santiago

0
108

Brazilian Wave quer conhecer o seu Canadá através de suas experiências e opiniões. Conheça o Canadá da cantora e compositora Larisa Santiago. Larisa participou do Wave On-The-Go, o podcast da Wave. Confira no link http://bit.ly/2V9Em0m


  • De onde você é?  Belo Horizonte, Minas Gerais
  • Qual cidade você mora no Canadá? Toronto, Ontário
  • Há quanto tempo no Canadá?  Oito anos
  • O que você faz no Canadá? Sigo profissão de cantora e compositora

Por que o Canadá?

Eu escolhi o Canadá para ser meu intercâmbio quando tinha 17 anos. Eu sempre quis falar inglês fluentemente, e quando quase alcancei o nível de professora em uma Cultura Inglesa, achei que era hora de fazer um intercâmbio e juntar todas as peças do meu inglês. Como eu também queria seguir o meu sonho de uma carreira artística, escolhi um High School que possuía um currículo artístico muito forte. Eu acabei me apaixonando pela escola e pelo país. O tão planejado 1 ano de intercâmbio, acabou virando 2 e aí fui aceita na Universidade de Toronto depois de me formar no ensino médio e hoje tenho a minha permanência no Canadá.

Algo que você gosta sobre o Canadá

Eu adoro o jeito amigável e aberto do canadense. Muita gente fala que os norte-americanos são pessoas geladas, mas achei o oposto. É muito fácil interagir com as pessoas aqui – desde a amizade até o profissional. Você consegue, por exemplo, mandar um e-mail para alguém que você tenha vontade de conversar e aprender mais sobre a carreira dela e a pessoa concordar em tomar um café com você e conversar. Isso eu acho incrível no Canadá!

Eu também gosto muito dos diferentes cenários que o Canadá tem – por exemplo, Victoria é completamente diferente de Toronto – o país tem uma variedade natural imensa e é muito lindo. Sem tirar que você consegue aprender sobre cada cultura do mundo sem sair do país. A multiculturalidade do Canadá também é uma coisa que me encanta muito. Para mim é muito difícil falar só uma coisa que eu goste do Canadá haha! 

Algo que você não gosta sobre o Canadá

O inverno – e olha que acho que até o próprio canadense não gosta…haha. Faz muito frio por aqui. E quando faz esse frio, a saudade do Brasil aperta com força e as vezes me pergunto “Porque eu to aqui?” – mas aí o inverno passa e Toronto fica ainda mais encantadora, durante a primavera e o verão.

Um lugar que você gostaria de visitar no Canadá

Eu tenho vários lugares que eu gostaria de visitar, mas um especialmente é Banff. Vejo fotos de lá e é a coisa mais linda! Também tenho vontade de visitar Montreal, Ottawa e Kelowna.

Um lugar favorito no Canadá

Victoria foi a primeira cidade em que morei no Canadá e foi onde aprendi a falar inglês de fato. Fiz os meus dois últimos anos de ensino médio por lá e assim conheci de pertinho a cultura canadense. Eu fui muito bem recebida e conheci pessoas que são meus amigos até hoje. Victoria, podemos dizer, é o meu lugar de batismo no Canadá. Foi a minha primeira impressão do país e sempre terá um lugar guardado no meu coração. Lá é minha segunda casa no Canadá, digamos, depois de Toronto. Minha melhor amiga é de lá, então sempre que posso, volto para aquela cidade.

Qual conselho ou sugetão vc daria pra quem gostaria de vir pra cá?

A minha situação de sair de casa foi bem diferente das muitas pessoas. Para os estudantes que ainda estão no ensino médio e planejando um intercâmbio, eu 100% recomendo o Canadá. Se você está procurando por um lugar para morar também, eu totalmente recomendo. A única diferença, eu acho, é que quando você vem durante a sua adolescência, o processo de adaptação é mais fácil de quando você é adulto.

Fora outros requisitos – como adulto, na maioria das vezes, se você quer imigrar, tem que já ter um trabalho aqui, ou aplicar pela permanência, aspectos diferentes.

Para estudantes, eu acho que tem que ser feita uma pesquisa bem feita de onde a pessoa quer estudar e qual a localização. Já para os adultos, eu acho que a pessoa tem que ter já feito um planejamento financeiro muito bem feito e se preparar para encarar trabalhos pesados no início, porque, mesmo que a pessoa tenha visto de trabalho, as vezes entrar no próprio ramo de trabalho que fazia no Brasil não é fácil. Aqui as empresas não aceitam diploma de outros países – de uma forma ou outra, a pessoa tem que ter alguma formação academica canadense. Eu acho que a sugestão final que eu daria é de pesquisar bem o que você quer fazer, aprender tudo que puder sobre o país e fazer um plano realista (desde financeiro, educacional – aprender inglês, fazer um college/universidade, até moradia). Mudar de um país ao outro não é fácil – as vezes significa começar do zero e fazer sacrifícios – coisas que todo mundo tem que analizar.

Uma foto no Canadá que você gosta

Minha performance na escola em Victoria, capital da British Columbia.


Participe do Meu Canadá! Mande email para [email protected]