O vermelho – foto poesia para começar bem a semana

Todos os domingos, você encontra aqui uma nova foto poesia para inspirar a sua semana. Roberto Solano dá asas à imaginação e transforma fotos significativas em pura poesia, buscando como ele mesmo diz, "o riso leve, a leitura breve, o prazer do escrito, se possível nas estrelas". Aproveite!

7
77
Grandes pimentas escarlates bem definidas nas suas formas e de cor vermelho intenso e brilhante compõem a imagem desta Foto poesia. Cabinhos esverdeados suavizam a explosão do vermelho que domina a foto.
Foto poesia O vermelho. Foto, texto e voz: Roberto Solano

O vermelho – texto e voz de Roberto Solano

O vermelho

Tem o vermelho do envergonhado
O do desenho infantil
No coração pra mãe desenhado

O vermelho no vestido de mamãe
Naquela tarde iluminada de domingo
Onde provei o rosa do algodão doce

O beijo marcado na minha camisa
Os lábios de vermelho rubi
Da minha primeira namorada

De todos os rubros desejos
De todos os times do coração
Do morango mais doce da fazenda
Na pimenta se fez a cor mais verdadeira
E
Vermelha


Sobre o autor:
Meu nome de batismo é Roberto Solano Carneiro de Novaes, nascido e criado no Rio de Janeiro, filho de um casal Pernambucano que migrou para o sudeste. Já o meu nome no colégio era, simplesmente, Solano, lá no magnífico colégio de São Bento, onde a minha personalidade foi moldada pela disciplina e pelos estudos.

Nunca fui um bom aluno, preferia o futebol e os amigos, fiz a minha educação emocional nesse terreno fértil dos beneditinos. Lá eu tive um professor de português que me abriu para o mundo das letras. Com um pé na criação, no imaginário, me fez crescer flutuando nas possibilidades infinitas até eu ler João Guimarães Rosa, onde eu descobri a perfeição. Depois, me veio a poesia. Pelas mãos de um tio distante (Manuel Bandeira) e esbarrando no Carlos Pena Filho, fui achando meu cantinho literário.

Hoje, já aposentado da engenharia, me divirto criando personagens e escrevendo sobre outros que, afortunadamente, esbarrei na vida real. O que procuro é a emoção no mais simples possível: o riso leve, a leitura breve, o prazer do escrito, se possível nas estrelas.

Gostou da poesia? Deixe abaixo — final da página — o seu comentário para o autor, Roberto Solano. E não esqueça de “curtir” e “compartilhar” com amigos.

Brazilian Wave. Aqui você sempre encontra uma novidade.

Você leu/escutou O vermelho foto poesia para começar bem a semana.
Te esperamos na próxima!

Lei e ouça outras foto poesias de Roberto Solano

7 COMENTÁRIOS

Comments are closed.