Pé de moleque – poesia de Mário Borges

0
167

Ouça Pé de Moleque na voz de Mário Borges

Gostou? Deixe o seu comentário ao final da página e compartilhe com os amigos

Pé de Moleque

Uma doce e adorável porção
Feito por uma receita caseira
Que nunca se perderá então
De saborear a vida inteira

O fogão a lenha, um tacho de cobre
Acompanha uma colher de madeira
O suor intenso no rosto escorre
Porém um segredo, uma maneira

O açúcar vai ficar dourado
Devido ao tempo misturando
Acrescenta amendoim torrado
Leite aos poucos adicionando

Não precisa de contar a sorte
Pois este é o paladar milenar
Percebe-se pelo ponto de corte
Sobre a base de pedra a esfriar

Este é o doce Pé de moleque
Descrições em versos poesia
Gerações que ninguém esquece
O sabor especial em alegria!



VEJA O PERFIL DO AUTOR

Gostou da poesia? Deixe abaixo — final da página — o seu comentário para o autor, Mário Borges . E não esqueça de “curtir” e “compartilhar” com amigos.

Brazilian Wave. Aqui você sempre encontra uma novidade.